Com dores, Robben volta a ficar fora de treino holandês

O atacante sentiu dores nas pernas após partida contra Austrália, e sua possível ausência no próximo joga preocupa o técnico Van Gaal

Sérgio Torres, Agência Estado

20 de junho de 2014 | 15h55

Pelo segundo dia consecutivo, o atacante Robben, um dos artilheiros da Holanda nesta Copa do Mundo, não participou dos treinamentos comandados no Centro de Treinamento da Holanda, na zona sul do Rio de Janeiro. Um dos artilheiros da seleção holandesa, ao lado de Van Persie, com três gols, Robben queixou-se após a partida contra a Austrália de dores musculares nas pernas.

Aos 30 anos, Robben, em sua terceira Copa, apresenta um histórico de graves contusões musculares. Desde 2008, esteve afastado durante temporadas extensas por problemas nas coxas e costas, além de contusões nos dois joelhos.

A possibilidade de não contar com Robben na última rodada da primeira fase, contra a sensação Chile, preocupa o treinador da Holanda, Louis Van Gaal, que já não terá Van Persie, suspenso por ter levado dois cartões amarelos.

A Holanda joga por empate para ficar em primeiro lugar do Grupo B. Se isso acontecer e o Brasil vencer Camarões, as duas seleções não se enfrentarão nas oitavas de final. Van Gaal não quer, de jeito algum, ter o Brasil como adversário já na próxima fase.

Também não treinaram nesta sexta-feira o zagueiro Martins Indi e o volante Nigel de Jong, ambos titulares. O zagueiro não deverá jogar contra o Chile porque sofreu concussão cerebral na vitória sobre a Austrália, chegando a ser hospitalizado. Antes do treino começar, Van Gaal reuniu todos os jogadores e a comissão técnica para aplaudir Martins Indi, que esteve no gramado, mas não chegou a trabalhar com bola.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.