Marcelo Sadio/Divulgação
Marcelo Sadio/Divulgação

Com Dorival pressionado, Vasco enfrenta o Atlético-MG

Em má fase, time carioca está na zona de rebaixamento do Brasileirão

O Estado de S. Paulo

22 de setembro de 2013 | 08h30

RIO - Ameaçado de demissão, Dorival Júnior pode ser mais um técnico a cair no Brasileiro se o Vasco não conseguir um resultado convincente diante do Atlético-MG, neste domingo, às 18h30, no Independência, em Belo Horizonte. O Vasco ocupa a zona de rebaixamento e a crise se acentua com a proximidade da eleição para novo presidente, ano que vem.

O Vasco entra em campo sob pressão. Perdeu o último confronto, contra o Vitória, de virada, no Rio. O protesto dos torcedores foi intenso e a segurança teve de ser reforçada para que os jogadores e dirigentes deixassem São Januário. No Atlético-MG, o técnico Cuca espera entrar numa sequência de bons resultados a partir do jogo de hoje, apesar da derrota sofrida para o São Paulo na quarta-feira. "Temos de pensar jogo a jogo", disse o técnico.

No Recife. Jayme de Almeida vai ser o técnico interino do Flamengo na partida de hoje, na Arena Pernambuco, diante do lanterna Náutico. Ele substitui Mano Menezes, que pediu demissão após a derrota para o Atlético-PR, por 4 a 2, quinta-feira, no Maracanã. Jayme aposta na sorte. No único jogo dele no comando do time no Brasileiro foi justamente antes da contratação de Mano (após a demissão de Jorginho), e também fora de casa: 3 a 0 sobre o Criciúma.

Jayme não poderá contar com o goleiro Felipe, que ainda se recupera de lesão no tornozelo, e o lateral direito Léo Moura, em fase final de tratamento na coxa. Por outro lado, o lateral esquerdo/meia André Santos, que desfalcou o time contra o Atlético-PR, está recuperado das dores na coxa e seguiu normalmente com a delegação para Recife. Outro que deve retornar é o zagueiro Chicão.

Com péssima campanha, o Náutico parece já ter assimilado como inevitável o rebaixamento e as especulações que surgem são de dispensas de jogadores e contratação de um novo técnico para iniciar um trabalho já voltado para 2014.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.