Juan Ignacio Roncoroni/EFE
Juan Ignacio Roncoroni/EFE

Com duas derrotas, Villegas vê Bolívia com 'atitude positiva' contra a Venezuela

Seleções se enfrentam neste sábado, no Mineirão, pela terceira rodada do Grupo A da Copa América

Redação, Estadão Conteúdo

21 de junho de 2019 | 20h02

Apesar das derrotas nas duas primeiras rodadas da Copa América, para Brasil (3 a 0) e Peru (3 a 1), o técnico Eduardo Villegas prometeu, nesta sexta-feira, que a Bolívia vai manter uma "atitude positiva" no duelo, deste sábado, às 16 horas, no Mineirão, diante da Venezuela, pela terceira rodada do Grupo A.

"O time está um pouco machucado, um pouco abatido", afirmou o treinador, durante entrevista coletiva. "Mas o futebol é um estado de ânimo, atitude e nossa atitude vai continuar sendo positiva", acrescentou Villegas, que enumerou vários aspectos a serem melhorados na equipe para o último jogo da primeira fase.

"Temos de melhorar no passe, no último passe, no controle de bola e na agressividade", disse o treinador venezuelano, que revelou expectativa para uma boa apresentação do atacante Marcelo Moreno, ídolo da torcida do Cruzeiro. "A presença do Marcelo, em Belo Horizonte, onde brilhou pelo Cruzeiro, pode nos ajudar a ganhar maior motivação."

Villegas não quis comentar a declaração de César Salinas, presidente da Federação Boliviana de Futebol, para quem os jogadores estão mais preocupados na "premiação do que na seleção". "Não vou responder porque respeito muito as pessoas e considero que o que se tem a dizer é preciso dizer pessoalmente."

Sem pontuar, a Bolívia é a lanterna do Grupo A. Venezuela soma dois, enquanto Brasil e Peru acumulam quatro pontos cada.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.