Paula Reis/Flamengo
Paula Reis/Flamengo

Sem Gabigol, Fla faz decisão com o Racing por vaga nas quartas da Libertadores

Rodrigo Caio e Gabigol são as principais dúvidas do time rubro-negro, que empatou o primeiro duelo na Argentina por 1 a 1

Redação, Estadao Conteudo

01 de dezembro de 2020 | 06h20

Sem Gabigol, mas com a volta de Rodrigo Caio, o Flamengo faz o seu jogo mais importante do ano até aqui. Depois de empatar na Argentina, o time rubro-negro recebe o Racing nesta terça-feira, às 21h30, no Maracanã, precisando de um empate sem gols ou vitória simples para avançar às quartas de final da Copa Libertadores.

Em Avellaneda, Racing e Flamengo empataram por 1 a 1. Como balançou as redes fora de casa, a equipe carioca tem a vantagem de poder empatar sem gols para se classificar, enquanto os argentinos têm de empatar por mais de dois gols para avançar. Quem vencer, seja por qualquer placar, está classificado à próxima fase do torneio continental e vai enfrentar Internacional ou Boca Juniors.

O Flamengo aposta todas as suas fichas na Libertadores e no Campeonato Brasileiro, competições nas quais é o atual campeão. O time rubro-negro quer evitar uma nova eliminação depois de cair nas quartas de final da Copa do Brasil para o São Paulo e tenta embalar sob o comando de Rogério Ceni.

Ceni tem o desfalque importante de Gabigol. Em contrapartida,  o zagueiro Rodrigo Caio, que não atua há mais de dois meses, participou do último treinamento e foi relacionado. Recuperado de uma lesão muscular na coxa, Pedro também treinou e está à disposição.

Certo é que Natan e Thuler desfalcam a equipe porque foram expulsos no duelo na Argentina. Com isso, se Rodrigo Caio começar no banco, a zaga será formada por Léo Pereira e Gustavo Henrique, que não passa por boa fase. Outra baixa confirmada é a de Thiago Maia. O volante passará por uma cirurgia no joelho na próxima quinta-feira e está fora do restante da temporada.

Já Gabriel não foi a campo para a última atividade. Ele realizou um trabalho interno na primeira parte do treino e não vai poder jogar por conta de de um desequilíbrio muscular. Desde que o problema foi detectado, o atacante, autor do gol rubro-negro na partida de ida, vem fazendo tratamento para ficar 100%. Pedro, por outro lado, está recuperado. A tendência é de que seja titular. Vitinho é uma alternativa. O meio-campista Diego, que se recuperou de uma fadiga muscular, e o lateral-direito Isla, também estão disponíveis. 

No Maracanã, o Racing terá uma escalação semelhante à que jogou na Argentina. O técnico Sebastián Beccacece não poderá contar com Augusto Solari, ainda em recuperação de uma lesão na perna direita. Darío Cvitanich, com um problema no adutor, também está fora, bem como Cristaldo, ex-Palmeiras, que cumpre os últimos dias de isolamento após testar positivo para a covid-19. Quem deve voltar aos gramados é paraguaio Lorenzo Melgarejo, que já se livrou de uma lesão na perna esquerda, mas a tendência é de que comece entre os reservas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.