Mailson Santana / Fluminense FC
Mailson Santana / Fluminense FC

Com dúvidas, Fluminense encerra preparação para a estreia na Copa do Brasil

Tricolor não sabe se terá à disposição Robinho e Ibañez

O Estado de S.Paulo

30 Janeiro 2018 | 13h36

O Fluminense encerrou nesta terça-feira a preparação para a estreia na Copa do Brasil  com duas dúvidas. O atacante Robinho e o zagueiro Ibañez sofrem com dores e ainda não sabem se poderão ser aproveitados no duelo de quarta com a Caldense, em Poços de Caldas (MG). 

+ Tabela Copa do Brasil

+ Com premiação milionária, Copa do Brasil de 2018 começa nesta terça com 2 jogos

Na manhã desta terça, o técnico Abel Braga comandou uma atividade no CT da Barra, sendo que a maior parte foi fechada, com o treinador realizando um trabalho tático, seguido por treinos de jogada de bola parada. Com isso, não é possível determinar qual será a escalação do Fluminense para o duelo no interior mineiro e nem se Robinho e Ibañez terão condição de serem aproveitados. 

No último domingo, durante a vitória sobre o Madureira por 2 a 1, no estádio de Los Larios, em Duque de Caxias, Robinho e Ibañez precisaram ser substituídos por causa das dores. Eles vão viajar para Poços de Caldas, onde passarão por avaliação que determinará se poderão ser aproveitados por Abel. 

 

O goleiro Julio Cesar destacou a importância de o time entrar em campo concentrado para não ser surpreendido, ainda mais que esta primeira fase da Copa do Brasil é disputada em jogo único, sendo que o Fluminense só precisa do empate para avançar. "Sendo um jogo eliminatório, temos que jogar com todos os aspectos. Com certeza teremos que estar ligados durante os 90 minutos para não sermos surpreendidos", disse o goleiro. 

Fluminense e Caldense têm campanhas idênticas em seus respectivos torneios estaduais, com cinco pontos somados em quatro jogos. "Estamos em uma crescente. A vitória sobre o Madureira foi muito importante. Somos favoritos amanhã (quarta-feira), mas temos que ter cautela", comentou o goleiro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.