Com efeito suspensivo, Cuca pensa no time titular do Botafogo

Técnico escapa de punição de 30 dias, mas tem problemas para escalar a equipe para o jogo pela Taça Rio

Redação,

07 de março de 2008 | 19h44

O técnico Cuca poderá dirigir o time do Botafogo à beira do campo, na partida contra o Volta Redonda, neste domingo, no Maracanã, pela segunda rodada da Taça Rio. O Tribunal de Justiça Desportiva concedeu ao treinador efeito suspensivo sobre a pena de 30 dias de afastamento por ter invadido o campo na final da Taça Guanabara.Mas a preocupação maior de Cuca será substituir os cinco jogadores suspensos: Zé Carlos, Ferrero, Lúcio Flávio, Diguinho e Castillo. No gol, entrará o jovem Renan, que conseguiu liberação da seleção brasileira sub-19 para tomar o lugar de Castillo. Na zaga, Eduardo leva vantagem sobre André Luís para formar dupla com Renato Silva."Ele é leve e muito técnico. Precisa evoluir no cabeceio e na antecipação. Se continuar se dedicando, será titular", avaliou Cuca. No meio, Adriano Felício tem vaga garantida na vaga de Zé Carlos, mas falta definir o outro meia.

Tudo o que sabemos sobre:
CucaBotafogoEstadual do Rio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.