Rodrigo Coca/Ag.Corinthians
Rodrigo Coca/Ag.Corinthians

Com estreia prevista para 3ª feira, Roger Guedes confia em título no Corinthians: 'Vamos incomodar'

Atacante deve ser relacionado pelo técnico Sylvinho para a partida diante do Juventude, na Neo Química Arena, pela 19ª rodada do Campeonato Brasileiro

Redação, Estadão Conteúdo

03 de setembro de 2021 | 15h53

Roger Guedes esbanjou otimismo, nesta sexta-feira, em sua primeira entrevista coletiva como jogador do Corinthians. O atacante, que deverá ser relacionado pelo técnico Sylvinho para a partida de terça-feira, às 21h30, diante do Juventude, na Neo Química Arena, pela 19ª rodada do Campeonato Brasileiro, afirmou que ainda confia em uma campanha de destaque na competição.

"Vamos incomodar. Espero que todos possam estar em campo logo. Estamos trabalhando no dia a dia, vamos ajudar o Corinthians. Dá para chegar no campeonato, pensar jogo a jogo. Sabemos que está longe, mas dá para chegar. Vamos ajudar o grupo. Willian acabou chegando, também. Quis fechar com o Corinthians por isso. Optei certo em ir para China, parte financeira. Agora tenho chance de me destacar no Brasil e tenho objetivo de chegar na seleção", disse o atleta, de 24 anos. O Corinthians é o sexto colocado, com 27 pontos, 12 a menos que o líder Atlético-MG.

Além da estreia, Roger Guedes, revelado pelo Criciúma, falou da expectativa de enfrentar o Palmeiras, sua ex-equipe, na qual foi campeão brasileiro em 2016. "Tenho que focar no jogo de terça-feira (contra o Juventude). Jogo contra o Palmeiras está dando o que falar, mas visto as cores do Corinthians, espero que saia vitorioso. São jogos importantes, assim como o clássico", disse o jogador, que afirmou festejar, caso marque um gol no dérbi do dia 25.

O atacante, que vai vestir a camisa 123, assinou contrato de quatro anos, com a possibilidade de mais um de renovação. Ele fez parte do pacotão contratado pela diretoria, que trouxe também Willian e Renato Augusto. Ele tinha contrato com o Shandong Taishan, da China, até julho de 2022, mas obteve a rescisão. Em três temporadas no futebol asiático, o atacante marcou 27 gols em 52 partidas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.