JF Diorio/Estadão
JF Diorio/Estadão

Com ex-palmeirense Argel no comando, Criciúma faz 'última tentativa'

Após a demissão de Silvio Criciúma, time contrata novo treinador para fugir do rebaixamento

AE, Agência Estado

25 de setembro de 2013 | 07h05

CRICIÚMA - Sem ganhar há cinco rodadas - são quatro derrotas e um empate -, o Criciúma resolveu trocar de treinador. Demitiu Sílvio Criciúma e contratou Argel Fucks. Assim, entra em campo nesta quarta-feira sob novo comando, para enfrentar o Atlético-MG, a partir das 19h30, no Estádio Heriberto Hulse, em jogo antecipado da 25ª rodada do Brasileirão.

Ao anunciar a troca de treinador, o presidente do Criciúma, Antenor Angeloni, admitiu que estava fazendo a sua "última tentativa" na luta para evitar o rebaixamento no Brasileirão - com a sequência negativa, o time catarinense caiu para o 17º lugar, com 24 pontos. E aposta em Argel, que já trabalhou por lá em 2010, quando subiu para a Série B.

Sílvio Criciúma chegou a ganhar três jogos seguidos ainda como técnico interino, quando ocupou o lugar do demitido Vadão. Mas, ao ser efetivado no cargo, não conseguiu mais nenhuma vitória no comando do Criciúma. Assim, acabou sendo substituído nesta terça-feira por Argel, que estava desempregado desde o mês passado, quando deixou o América-RN.

Argel Fucks chegou a Criciúma na tarde de terça-feira, teve tempo para comandar um único treino e fez o possível para preparar o time para enfrentar o Atlético-MG na noite desta quarta. A tendência é que ele abandone o esquema tático com três zagueiros, utilizado por seu antecessor, e adote o 4-4-2 para a estreia no comando do clube catarinense.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBrasileirãoCriciúma

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.