Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE
Nelson Perez/Fluminense Flickr
Nelson Perez/Fluminense Flickr

Com expectativa de Maracanã cheio, Fluminense estreia na Copa Sul-Americana

Clube encara a competição como uma das prioridades para a temporada

Marcio Dolzan, O Estado de S.Paulo

05 de abril de 2017 | 08h06

Com expectativa de grande público no retorno ao estádio do Maracanã, no Rio, o Fluminense estreia nesta quarta-feira na Copa Sul-Americana diante do Liverpool, do Uruguai, às 21h45, querendo arrancar com uma grande vitória. O técnico Abel Braga não esconde que a competição continental - que dá vaga na Copa Libertadores do próximo ano - é uma das prioridades do clube na temporada. Tanto que o treinador chegou a escalar um time reserva no clássico contra o Flamengo no último final de semana para preservar os titulares para o jogo contra os uruguaios.

O time que vai a campo não deverá ter surpresas na escalação, mas Abel Braga deixou uma dose de mistério no último treino antes da partida, realizado nesta terça-feira. A imprensa só teve acesso aos primeiros 15 minutos de atividade, quando os jogadores ficaram apenas no aquecimento.

Apesar de o time uruguaio viver uma péssima fase - venceu a primeira partida em cinco meses apenas no último sábado, depois de emendar uma sequência de 12 jogos com seis empates e seis derrotas -, o discurso no Fluminense é de respeito ao adversário. "Cada competição é diferente. Agora é mata-mata e esperamos um jogo difícil, duro", afirmou o zagueiro Henrique. "É complicado, às vezes a gente vê os vídeos, os jogadores e não é aquilo que aparenta. Tem dois jogadores na frente de qualidade, que podem fazer a diferença".

A torcida do Fluminense está animada. Até a tarde desta terça-feira, mais de 26 mil ingressos já haviam sido vendidos para a partida. O setor sul do Maracanã já estava com a carga de bilhetes esgotadas. "Temos a possibilidade de, diante da nossa torcida, fazer um grande jogo. Temos que fazer nossa parte bem feita para conseguir um bom resultado. Sabemos que lá (no Uruguai) é difícil jogar, então temos que aproveitar essa chance diante da nossa torcida", declarou Henrique.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolFluminenseMaracanã

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.