CBF
CBF

Com facilidade, seleção olímpica brilha e goleia o Paraguai por 4 a 1

Agora, time viaja para São Luis, onde no domingo enfrenta o México

Estadão Conteúdo

27 Março 2015 | 23h44

Em mais um amistoso de preparação para os Jogos Olímpicos do Rio, em 2016, quando o futebol brasileiro tentará mais uma vez a conquista da inédita medalha de ouro, a seleção formada por jogadores com menos de 23 anos não teve dificuldades para golear o Paraguai Sub-23 por 4 a 1, nesta sexta-feira, no estádio Kléber Andrade, em Cariacica (ES), na região metropolitana de Vitória.

A seleção brasileira fez belos gols, mas tomou um susto com Anderson Talisca. O meia, ex-Bahia e atualmente destaque do Benfica (Portugal), entrou aos 15 minutos do segundo tempo, balançou as redes de cabeça, mas saiu machucado no lance do gol, aos 23, ao tomar uma pancada na cabeça. O jogador saiu de campo consciente com a boca e o nariz sangrando e foi levado a um hospital da região para realização de exames de procedimento, segundo assessoria de imprensa da CBF.

No primeiro tempo, o Brasil mandou no jogo e criou diversas chances de gol. Duas delas entraram. Aos 16 minutos, Vitinho fez ótimo lançamento para a área e encontrou o volante Lucas Lima, ex-Cruzeiro e hoje no Real Madrid, livre na segunda trave para marcar de cabeça. Pouco antes do intervalo, foi Vitinho que marcou ao receber passe pelo meio e tocar na saída do goleiro paraguaio.

Na segunda etapa, a seleção comandada pelo técnico Alexandre Gallo diminuiu o ritmo e permitiu uma melhora do Paraguai. Tanto que os visitantes diminuíram com Dominguez em uma cobrança de falta, por baixo da barreira, aos 8 minutos.

Mas a alegria paraguaia durou pouco e o Brasil fez o terceiro novamente com Vitinho. Após cruzamento da esquerda, o atacante do Internacional acertou um sem-pulo de dentro da grande área e fez 3 a 1. Poucos minutos depois, aos 23, Anderson Talisca confirmou a goleada, mas a sua lesão esfriou o jogo, que ficou mesmo no 4 a 1.

Agora, o time viaja para São Luis, no Maranhão, onde neste domingo enfrenta o México Sub-23, às 17 horas, no estádio Castelão. Por causa do pequeno intervalo entre os jogos, Alexandre Gallo deverá fazer várias alterações no time titular.

Mais conteúdo sobre:
futebol Brasil seleção olímpica Paraguai

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.