Andres Solaro/AFP
Andres Solaro/AFP

Com festa da torcida em estádio, Ribéry é apresentado na Fiorentina

Francês diz que não chega para rivalizar com Cristiano Ronaldo e enaltece atmosfera em Florença

Redação, Estadão Conteúdo

22 de agosto de 2019 | 19h04

Um dia depois de anunciar uma de suas maiores contratações das últimas temporadas, a Fiorentina apresentou nesta quinta-feira o atacante francês Franck Ribéry, que passou os últimos 12 anos no Bayern de Munique. E foi com uma grande festa armada no estádio Artemio Franchi, em Florença, com a presença de aproximadamente 12 mil torcedores.

Com direito a refletores apagados e holofotes somente na saída do vestiário, Ribéry, vestido todo o uniforme da Fiorentina, caminhou por um tablado até o centro do gramado ao som da canção do filme "Rocky", estrelado por Silvester Stallone. Depois, levou os torcedores ao delírio com algumas embaixadinhas e lances de habilidade com a bola. Finalizou com uma volta olímpica e deu autógrafos e tirou selfies com alguns fãs.

Antes da apresentação no gramado, Ribéry participou de uma entrevista coletiva. Nela, brincou com uma declaração dada nos últimos dias pelo ex-jogador e técnico Franz Beckenbauer, atual presidente do Bayern de Munique, que disse que a Fiorentina ganhou na loteria por poder contratá-lo. "Espero mesmo que possa ser o bilhete ganhador porque (o clube italiano) não pagou nada por mim", afirmou o atacante de 36 anos.

O francês também foi questionado sobre Cristiano Ronaldo, jogador da Juventus. "Chego aqui para ajudar a Fiorentina, não venho para ser rival do Cristiano Ronaldo. Queria continuar a jogar num campeonato europeu e tive a sorte de receber esta proposta e experimentar o futebol italiano. Agora espero continuar a jogar até aos 40 anos, como fez o Francesco Totti", afirmou o francês, citando o ex-jogador da Roma.

Sobre o carinho do torcedor, Ribéry lembrou de sua passagem pelo Olympique de Marselha, clube que defendeu entre 2005 e 2007.  "A minha recepção foi sensacional. Lembrou um pouco Marselha, na forma como as pessoas vivem o futebol. É algo que me dá uma motivação extra para vestir esta camisa", afirmou.

Ribéry acertou um contrato de duas temporadas com a Fiorentina e irá receber um salário de quatro milhões de euros (cerca de R$ 18 milhões) anuais. Não está confirmada quando será a sua estreia na equipe, que inicia o Campeonato Italiano neste sábado contra o Napoli, em Florença. É mais provável que entre em campo pela primeira vez na segunda rodada, no próximo dia 1.º, contra o Genoa, em Gênova.

Revelado pelo Bolougne, Ribéry rodou pela França no início da carreira e jogou por Olympique Alés, Brest, Metz e Olympique de Marselha. Em 2007, o atacante se juntou ao Bayern de Munique, onde fez mais de 470 partidas, marcando mais de 120 gols. Pelo clube bávaro, conquistou importantes títulos como Liga dos Campeões da Europa, Campeonato Alemão, Copa da Alemanha e Mundial de Clubes da Fifa.

Tudo o que sabemos sobre:
FiorentinaFranck Riberyfutebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.