Lucas Uebel / Grêmio FBPA
Lucas Uebel / Grêmio FBPA

Com festa da torcida, Grêmio embarca para o Mundial de Clubes

Tricolor gaúcho estreia no Mundial na próxima terça-feira

Estadão Conteúdo

06 de dezembro de 2017 | 13h30

Os arredores do Aeroporto Salgado Filho, em Porto Alegre, voltaram a ser palco de festa dos gremistas. No fim da manhã desta quarta-feira, a torcida do clube gaúcho exibiu todo o seu apoio ao time no embarque para a disputa do Mundial de Clubes, realizado nos Emirados Árabes Unidos.

+ Geromel treina e Renato garante zagueiro na estreia do Mundial

+ No RS, juiz tenta mudar data de audiência para não perder estreia do Grêmio no Mundial

A torcida gremista já havia ido ao local para saudar os jogadores antes de outra viagem, para Buenos Aires, onde a equipe disputou o segundo jogo da final da Copa Libertadores, contra o Lanús. E, claro, celebrou a conquista no desembarque em Porto Alegre do time campeão continental após o triunfo por 2 a 1.

Nesta quarta, então, os gremistas, empolgados com o momento único do time, voltaram ao local para dar um último apoio antes da viagem para a disputa do Mundial. Diante da manifestação, os jogadores e a comissão técnica de Renato Gaúcho se dirigiram ao portão onde os torcedores estavam para agradecer o carinho.

A delegação gremista seguiu de Porto Alegre para São Paulo em um voo fretado. Da capital paulista, o grupo será dividido, seguindo para Dubai em voos que seguirão via Londres e Frankfurt. A chegada nos Emirados Árabes está prevista para o fim da tarde de quinta-feira (no horário de Brasília).

O Grêmio vai entrar em campo pelas semifinais do Mundial na próxima terça-feira, em Al Ain. O adversário do campeão da Libertadores sairá do confronto entre o mexicano Pachuca e o marroquino Wydad Casablanca.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolMundial de ClubesGrêmio

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.