Gustavo Oliveira|Site Oficial
Gustavo Oliveira|Site Oficial

Com Fred expulso, Fluminense perde em estreia na Primeira Liga

Tricolor é derrotado com gol de seu ex-jogador em Volta Redonda

Thiago Rabelo, Especial para o Estadão Conteúdo

27 Janeiro 2016 | 21h38

Assim como a Copa Sul-Minas-Rio, competição organizada pela Primeira Liga, o Fluminense começou a temporada como uma incógnita. Sem poder contar com as principais contratações e formado praticamente pelo mesmo grupo que encerrou o último ano, o time perdeu por 1 a 0 para o Atlético Paranaense, nesta quarta-feira, e decepcionou o torcedor que compareceu em bom número ao estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda (RJ).

Com o resultado e sem pontos no Grupo A, o clube carioca terá de vencer o Cruzeiro para se manter vivo na competição. O confronto ocorre no dia 17 do próximo mês, no estádio do Mineirão, em Belo Horizonte, enquanto que, no dia seguinte, os paranaenses recebem o Criciúma, em casa, na Arena da Baixada, em Curitiba.

O jogo ficou marcado pela agressão do atacante Fred no lateral-direito Léo. Após um desentendimento no segundo tempo, o ex-jogador da seleção brasileira deu um soco na nuca do adversário e foi expulso, junto com o atleta que sofreu o golpe.

Enquanto esteve em campo, Fred foi pouco participativo. Além da agressão, já havia dado uma cotovelada no mesmo. Com a bola nos pés, sua ação ficou resumida a um chute forte após boa jogada de Felipe Amorim, único contratado em campo. Já Diego Souza, Henrique, Renato Chaves e Richarlison não foram regularizados.

Já o Atlético não tinha o atacante Walter, mas contou com vários reforços como Léo, Paulo André, Anderson e Vinicius, ex-Fluminense. Ainda em construção, o time do técnico Cristóvão Borges também não fez boa partida. Nos primeiros 45 minutos, o único ataque foi com Vilches, em chute interceptado por Wellington Silva na risca do gol.

Vaiado pela torcida por ter deixado o clube na janela de transferências, o atacante Vinícius fez o gol da vitória do Atlético. O jogador recebeu cruzamento de Eduardo e marcou: 1 a 0, aos 25 minutos do segundo tempo. O Fluminense poderia ter empatado com Cícero, mas o, agora, volante viu a sua cobrança de pênalti ser defendida pelo goleiro Weverton.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.