Vinnicius Silva/Cruzeiro
Vinnicius Silva/Cruzeiro

Com futuro indefinido no Cruzeiro, Lucas Silva admite chance de voltar à Europa

Volante tem acordo com o time mineiro até o final do mês de junho

Redação, Estadão Conteúdo

07 Fevereiro 2019 | 19h21

Cria das categorias de base do Cruzeiro, o volante Lucas Silva foi vendido ao Real Madrid em janeiro de 2015. Após passar dois anos sem grande brilho na Europa, voltou a Belo Horizonte por empréstimo e agora vive uma nova indefinição com a proximidade do final deste compromisso, que vence no próximo mês de junho. Nesta quinta-feira, admitiu estar tranquilo com a situação.

"Ainda não conversamos. Até passa pela minha cabeça como serão os próximos meses, com o passar do tempo e dos meses fica mais perto de ter alguma reunião, reunião com meu empresário, com o Real Madrid. Mas no momento estou tranquilo. Tenho esse sonho de retornar à Europa, do mesmo jeito sou muito feliz no Cruzeiro, jogando aqui. Me sinto em casa. Não quero precipitar nada, deixar as coisas acontecerem. Nesse primeiro momento jogar, ficar focado nos jogos e nos treinos e mostrar meu potencial em campo. Depois, aí sim, quando chegar mais perto, decidir o que for melhor", projetou.

Nesta temporada, Lucas Silva começou como titular da equipe treinada por Mano Menezes, mas entende que a concorrência está mais forte com a chegada de novos nomes para a posição. "Acho que desde a minha primeira passagem, depois da volta da Europa, o setor meio de campo sempre foi o de maior concorrência. Esse ano, com os reforços, ficou mais concorrida a posição. Isso é bom, aumenta competitividade, faz com que ninguém se acomode. Só tem a ganhar o Cruzeiro", declarou.

Para 2019, o Cruzeiro contratou os meias Marquinhos Gabriel e Rodriguinho, o lateral-esquerdo Dodô, o volante Jadson e o lateral-direito colombiano Luis Orejuela. Todos já estrearam pelo clube no Campeonato Mineiro, competição que o time ocupa a segunda colocação na tabela de classificação e joga neste domingo contra o Tupynambás, no estádio do Mineirão, em Belo Horizonte, pela sexta rodada.

O volante comentou ainda sobre a carga de treinos pesada que vem acontecendo na Toca da Raposa II. Para Lucas Silva, o técnico celeste tem cobrado muito dos jogadores por conta dos campeonatos que o clube jogará em 2019: Copa Libertadores, Copa do Brasil e Brasileirão, além do Campeonato Mineiro.

"Nossa pré-temporada tem sido de treinos mais intensos, mais pegados, nos últimos treinamentos. Ele (Mano Menezes) vem cobrando muito. O bom é que a gente tem que ter esse espírito, vai ser fundamental para a sequência do ano", revelou.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.