Alex Silva/Estadão
Alex Silva/Estadão

Com Gabigol expulso, Santos bate Nacional com 'ajuda' do goleiro

Atacante vê o vermelho ainda no primeiro tempo, mas Conte compromete atuação do time uruguaio, que é superado por 3 a 1

João Prata, Estadão Conteúdo

15 de março de 2018 | 21h18

O Santos contou com a colaboração do goleiro adversário para vencer o Nacional, do Uruguai, por 3 a 1 nesta quinta-feira, no estádio do Pacaembu, pela segunda rodada do Grupo 6 da Libertadores, mesmo depois de ter o atacante Gabriel Barbosa, o Gabigol, expulso ainda no primeiro tempo.

+ TEMPO REAL: Confira como foi o jogo no Pacaembu

Conte falhou nos dois gols. Primeiro deixou escapar das suas mãos um cabeceio fraco de Eduardo Sasha logo aos 19 minutos de partida. Depois, deve ter se assustado ao ver Rodrygo, de 17 anos, deixar dois marcadores para trás em arrancada pelo lado esquerdo. Saiu mau do gol e a bola passou por entre as pernas. Um golaço do jovem atacante do Santos.

O Nacional ainda esboçou reação no fim e diminuiu a vantagem com um gol de Oliva. Mas após a saída de bola, Alison lançou para Eduardo Sasha, que tocou na saída de Conte, garantindo a vitória.

A péssima atuação do goleiro do Nacional também salvou a pele do centroavante Gabriel. Mais uma vez o jogador não conseguiu administrar o nervosismo e foi expulso de campo nos minutos finais da primeira etapa. Ele levou amarelo logo aos 10 por reclamação e depois o vermelho por chegar atrasado na tentativa de roubar a bola do zagueiro.

O resultado fez com que o time alvinegro encerrasse uma sequência de quatro jogos sem vitória. O Santos vinha de três derrotas e um empate. A última vitória da equipe havia acontecido em 25 de fevereiro, quando derrotou o Novorizontino por 2 a 1 pela nona rodada do Campeonato Paulista.

Após duas rodadas da Libertadores, o Santos ocupa a segunda colocação da chave, com três pontos, um a menos do que o Estudiantes, da Argentina. O Real Garcilaso, do Peru, é o quarto colocado, com três, e o Nacional está na lanterna, com um.

O Santos volta a campo pela Libertadores em 5 de abril, quando visitará o Estudiantes. Antes, a equipe enfrentará o Botafogo, no domingo, às 19 horas, em Ribeirão Preto, no jogo de ida das quartas de final do Campeonato Paulista.

FICHA TÉCNICA:

SANTOS 3 x 1 NACIONAL

SANTOS - Vanderlei; Daniel Guedes, Lucas Veríssimo, David Braz e Jean Mota; Alison, Léo Cittadini (Guilherme Nunes) e Vecchio (Dodô); Eduardo Sasha, Rodrygo (Arthur Gomes) e Gabriel. Técnico: Jair Ventura.

NACIONAL - Conde; Peruzzi, Corujo (Gonzalo Bueno), Arismendi e Polenta; Romero (Viúdez), Oliva, Zuninho e Espino; Bergessio (Gonzalo Bueno) e De Pena (Rodríguez). Técnico: Alexander Medina.

GOLS - Eduardo Sasha, aos 19 minutos do primeiro tempo, Rodrygo, aos 2, Oliva, aos 35, e Eduardo Sasha, aos 37 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Ulises Mereles (PAR)

CARTÕES AMARELOS - Vanderlei, Léo Cittadini, Rodrygo e Gabriel (Santos); Romero, Oliva, Corujo, Polenta e Peruzzi (Nacional).

CARTÃO VERMELHO - Gabriel (Santos)

PÚBLICO - 18.077 pagantes (20.982 total).

RENDA - R$ 791.540,00.

LOCAL - Estádio do Pacaembu, em São Paulo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.