Com gol 100 de Rogério, São Paulo vence e encerra tabu

Caiu o tabu. O São Paulo venceu o Corinthians por 2 a 1, neste domingo, na Arena Barueri, e encerrou quatro anos de jejum de vitórias no clássico (11 jogos). Se para os são-paulinos a festa já estava completa, a cereja do bolo veio com o centésimo gol da carreira do goleiro Rogério Ceni, após uma cobrança de falta perfeita no segundo tempo.

RENAN CARREIRA, Agência Estado

27 Março 2011 | 18h18

Além do fim do tabu e do histórico gol de Rogério Ceni, o São Paulo ainda ultrapassou o Corinthians - ambos estão com os mesmos 34 pontos, com vantagem são-paulina no número de vitórias - e assumiu a segunda posição no Paulistão. O resultado do clássico também deixou o Palmeiras, que havia chegado aos 35 pontos ao vencer o Bragantino no sábado, na liderança da competição.

O clássico começou com boa movimentação por parte das duas equipes. E quem soube melhor aproveitar o início do partida foi o Corinthians, que tomou a iniciativa do jogo e, nos primeiros dez minutos, sufocou o rival. Depois, o São Paulo melhorou o toque de bola, se soltou mais em campo e passou a levar mais perigo ao gol corintiano. Aos 15, Dagoberto arriscou de longe, e a bola passou à esquerda da meta de Júlio César, assustando o goleiro.

A resposta do Corinthians veio após Dentinho lançar Liedson nas costas de Miranda. O atacante recebeu cara a cara com Rogério Ceni, tentou driblar o goleiro, mas o são-paulino conseguiu fazer boa defesa. No entanto, em lance polêmico, o árbitro apitou impedimento no momento em que Liedson recebeu a bola.

O jogo seguiu bastante truncado no meio-de-campo, até que, aos 39 minutos, Dagoberto recebeu na entrada da área e bateu forte. A bola fez uma curva e entrou no canto esquerdo de Júlio César: 1 a 0. No fim do primeiro tempo, Dentinho perdeu uma chance clara de gol. No lance, Fábio Santos cruzou na área e o atacante corintiano, livre, cabeceou à esquerda de Rogério Ceni.

O segundo tempo começou com Rogério Ceni fazendo uma grande defesa. Fábio Santos cruzou na área e Jorge Henrique, próximo à meta, desviou para o gol. O goleiro e capitão são-paulino tirou a bola com as pontas dos dedos, em lance de puro reflexo.

Logo em seguida, o atacante Fernandinho recebeu falta na entrada da área do Corinthians, criando uma boa chance para Rogério Ceni chegar ao centésimo gol. E o goleiro não decepcionou. Aos oito minutos, ele bateu com perfeição e a bola entrou no ângulo direito de Júlio César, levando os torcedores são-paulinos à loucura na Arena Barueri.

Aos 18 minutos, Alessandro deu um carrinho em Dagoberto e foi expulso. Vencendo por 2 a 0 e com um jogador a mais, o São Paulo parecia que iria dominar o jogo. No entanto, Dentinho recebeu a bola aos 22, após rápida cobrança de falta, arriscou de longe e acertou o canto direito de Rogério Ceni, diminuindo para o Corinthians. Um minuto depois, Dagoberto, que já tinha cartão amarelo, fez falta e também foi expulso.

A partir daí, o clima do jogo esquentou, e o nervosismo tomou conta de alguns jogadores. Em um lance de falta normal, Dentinho perdeu a cabeça e agrediu sem bola Rodrigo Souto. O árbitro viu e mandou o atacante do Corinthians para o chuveiro mais cedo.

A partida, então, deixou de ter qualquer esquema tático. O Corinthians passou a pressionar com todas as forças, enquanto o São Paulo explorava o contra-ataque. O nervosismo só aumentou após o árbitro dar mais seis minutos de acréscimo. Aos 51, Guilherme Ceretta de Lima enfim encerrou o clássico, para a festa dos torcedores são-paulinos, que tiveram um dia completo de alegria.

O São Paulo volta a campo na próxima quarta-feira. A equipe vai a Recife enfrentar o Santa Cruz, às 21h50, em jogo de ida pela segunda fase da Copa do Brasil. Pelo campeonato estadual, o time encara o Mirassol, no próximo domingo, às 16 horas, no Morumbi. Já o Corinthians joga contra o Botafogo, também às 16 horas do próximo domingo, em Ribeirão Preto, pela 17ª rodada do Paulistão.

FICHA TÉCNICA:

São Paulo 2 x 1 Corinthians

São Paulo - Rogério Ceni; Alex Silva, Rhodolfo e Miranda; Ilsinho (Marlos), Rodrigo Souto (Casemiro), Jean, Carlinhos Paraíba e Junior Cesar; Dagoberto e Fernandinho (Rivaldo). Técnico: Paulo Cesar Carpegiani.

Corinthians - Júlio César; Alessandro, Chicão, Leandro Castán e Fábio Santos (Danilo); Ralf, Paulinho e Morais (Willian); Jorge Henrique (Luiz Ramírez), Dentinho e Liedson. Técnico: Tite.

Gols - Dagoberto, aos 39 minutos do primeiro tempo; Rogério Ceni, aos 8, e Dentinho, aos 22 minutos do segundo tempo.

Árbitro - Guilherme Ceretta de Lima.

Cartões amarelos - Dagoberto, Rogério Ceni, Junior Cesar, Rhodolfo e Ilsinho (São Paulo); Jorge Henrique (Corinthians).

Cartões vermelhos - Alessandro e Dentinho (Corinthians); Dagoberto (São Paulo).

Renda e público - Não disponíveis.

Local - Arena Barueri, em Barueri.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.