Divulgação
Divulgação

Com gol anulado pelo VAR, São Paulo perde para o Atlético-MG e tem sequência interrompida

Equipe paulista ainda acertou duas vezes o travessão, mas depois foi dominada pelo time mineiro

Guilherme Amaro, O Estado de S.Paulo

03 de setembro de 2020 | 22h09

Em um Campeonato Brasileiro dominado por jogos sem emoção, Atlético-MG e São Paulo fizeram uma partida eletrizante no Mineirão. A equipe paulista parou duas vezes no travessão, teve gol anulado pelo VAR e perdeu por 3 a 0, em duelo válido pela sétima rodada. O resultado deixou as equipes encostadas na tabela: o Atlético-MG subiu para terceiro lugar, com 12 pontos, um a menos do que o vice-líder São Paulo.

O bom jogo no Mineirão já era esperado. Jorge Sampaoli e Fernando Diniz são técnicos que gostam do futebol ofensivo. A admiração é mútua entre os treinadores, que se abraçaram antes de o duelo começar. Cada um ao seu estilo, os times criaram diversas chances no decorrer da partida.

O São Paulo começou melhor e tinha a estratégia de trocar mais passes e pressionar as saídas de bola do Atlético-MG, que apostava em bolas longas para seus atacantes. Logo aos seis minutos, os visitantes perderam chance incrível: Tchê Tchê chutou, Rafael deu rebote e Luciano mandou no travessão. Na volta, Pablo cabeceou por cima. Pouco depois, foi a vez de Paulinho Bóia acertar o travessão em chute de longe.

Um lance mais decisivo ocorreu aos 30, quando Luciano recebeu de Tchê Tchê e mandou para o fundo da rede, mas o gol foi anulado pelo VAR. Na imagem disponibilizada pela equipe de arbitragem para justificar o impedimento, o atacante são-paulino aparecia bem pouco à frente de Junior Alonso.

Depois do gol anulado, o Atlético-MG começou a dominar o jogo e abriu o placar quatro minutos mais tarde, com Alan Franco. O São Paulo até tentou reagir e levou perigo em cobrança de falta de Hernanes, mas antes do intervalo o Atlético-MG ampliou, novamente com Alan Franco.

No segundo tempo, Fernando Diniz mexeu no sistema ofensivo, mas foi o Atlético-MG que voltou a marcar. Após cobrança de escanteio, Junior Alonso mandou de cabeça para o meio da área e Jair apareceu para completar.

O São Paulo, mais pilhado do que concentrado, tentava aos trancos e barrancos. Só que era o Atlético-MG quem tinha as melhores chances e Keno chegou a acertar a trave. O placar, porém, não foi alterado. O Atlético-MG voltou a vencer após duas derrotas e interrompeu a sequência do São Paulo, que vinha de três vitórias.

FICHA TÉCNICA

ATLÉTICO-MG 3 X 0 SÃO PAULO

Atlético-MG: Rafael; Mariano, Igor Rabello, Alonso e Guilherme Arana (Fábio Santos); Allan, Jair (Guga) e Alan Franco; Hyoran (Marrony), Keno (Marquinhos) e Sasha (Savarino). Técnico: Jorge Sampaoli.

São Paulo: Tiago Volpi; Igor Vinícius, Diego Costa, Léo e Liziero; Tchê Tchê, Gabriel Sara (Vitor Bueno) e Hernanes (Igor Gomes); Paulinho Bóia (Brenner), Pablo (Toró) e Luciano. Técnico: Fernando Diniz.

Gols: Alan Franco, aos 34 e aos 43 do primeiro tempo; Jair, aos 13 do segundo tempo.

Cartão amarelo: Fernando Diniz

Juiz: Jean Pierre Gonçalves Lima (RS).

Local: Mineirão. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.