Márcio Cunha/Chapecoense
Márcio Cunha/Chapecoense

Com gol aos 51 minutos, Chapecoense derrota o Confiança e é campeã da Série B

Anselmo Ramon marca de pênalti e time catarinense supera o América Mineiro no saldo de gols

Redação, O Estado de S.Paulo

30 de janeiro de 2021 | 00h02

O dia 29 de janeiro de 2021 entrou para a história da Chapecoense. O gol de pênalti marcado por Anselmo Ramon, com uma cavadinha, aos 51 minutos do segundo tempo, deu a vitória por 3 a 1 sobre o Confiança, na Arena Condá, e também o primeiro título nacional do clube catarinense.

A Chapecoense terminou com os mesmos 73 pontos do América-MG, mas se sagrou campeã da Série B por causa do saldo de gols (21 a 20). Por outro lado, o Confiança se despediu na 15ª colocação, com 46 pontos, atingindo o objetivo de permanecer na divisão para 2021. 

A Chapecoense precisou de apenas três minutos para abrir o placar na Arena Condá. Denner cruzou rasteiro, Anselmo Ramon dominou na marca do pênalti e mandou no cantinho. Rafael Santos demorou para pular e não conseguiu evitar o gol.

Mesmo na frente, a Chapecoense continuou em cima. Denner desviou cruzamento e viu a bola explodir no travessão. Depois, Anderson Leite e Mike levaram perigo. O Confiança só acordou nos minutos finais, esboçou uma pressão e viu João Ricardo evitar o empate em chute de Serginho.

Apesar da Chapecoense ter a necessidade de um placar mais elástico, quem voltou mais ligado do intervalo foi o Confiança, que empatou aos dez minutos. Altemar cruzou e Reis apareceu livre dentro da área para, de cabeça, deslocar João Ricardo.

E quase que o Confiança virou. Alyson recebeu de Rafael Vila e parou em João Ricardo. Aos 33 minutos, Anselmo Ramon cruzou e Perotti, de carrinho, colocou a Chapecoense mais uma vez na frente. Faltava um gol para o inédito título, o que fez com que a partida ficasse aberta.

Perotti ainda teve um gol anulado aos 42 e na sequência o Confiança perdeu uma chance incrível com Ari Moura. Já no último lance, Bruno Silva foi derrubado dentro da área e o árbitro assinalou pênalti. Anselmo Ramon cobrou com 'cavadinha' e marcou o gol do título.

FICHA TÉCNICA

CHAPECOENSE 3 X 1 CONFIANÇA

CHAPECOENSE - João Ricardo; Matheus Ribeiro, Felipe Santana (Alan Santos), Luiz Otávio e Alan Ruschel (Roberto); Willian Oliveira, Anderson Leite (Bruno Silva) e Denner; Mike (Perotti), Anselmo Ramon e Aylon (Foguinho). Técnico: Umberto Louzer.

CONFIANÇA - Rafael Santos; Thiago Ennes, Luan, Nirley (Vinícius Santana) e Djalma Silva (Altemar); Madison, Serginho (Amaral), Rafael Vila e Everton (Alyson); Reis e Bruno Paraíba (Ari Moura). Técnico: Daniel Paulista.

GOLS - Anselmo Ramon, aos três minutos do primeiro tempo; Reis, aos dez, Perotti aos 33 e Anselmo Ramon aos 51 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Anderson Daronco (RS).

CARTÕES AMARELOS - Anselmo Ramon (Chapecoense); Nirley, Everton e Luan (Confiança).

CARTÃO VERMELHO - Denner (Chapecoense).

LOCAL - Arena Condá, em Chapecó (SC).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.