Peter Powell/EFE
Peter Powell/EFE

Com gol aos 52 minutos, Liverpool arranca empate com o Arsenal

Skrtel garante a igualdade no fim, de cabeça, mesmo com corte profundo, feito no início do segundo tempo por chute de Giroud

Estadão Conteúdo

21 de dezembro de 2014 | 16h17

O Liverpool martelou, pressionou e buscou um empate emocionante diante do Arsenal nos acréscimos, mesmo com um jogador a menos, pelo Campeonato Inglês. Em casa, a equipe viu Skrtel se transformar em herói ao marcar o gol que garantiu o 2 a 2 neste domingo, em Anfield Road, aos 52 minutos do segundo tempo. O zagueiro ignorou um corte profundo que tinha na cabeça e a usou para finalizar para a rede adversária pouco antes do apito final.

O resultado foi um alento para um time que atravessa uma grande crise, com a eliminação na primeira fase da Liga dos Campeões e a campanha muito fraca no Inglês. O ponto deste domingo levou a equipe a 22, apenas na décima colocação. Na sexta-feira, o duelo será diante do Burnley, fora de casa.

Já o Arsenal perdeu a chance de entrar de vez na briga por vaga nas competições continentais e foi a 27 pontos, em sexto, dois atrás do Southampton, que hoje estaria na Liga Europa. Os comandados de Arsène Wenger voltam a campo para pegar o Queens Park Rangers também na sexta, mas em casa.

O Liverpool foi melhor que o Arsenal neste domingo, mas enfrentou um goleiro Szczesny em dia inspirado. Ele parou o adversário em boa parte do primeiro tempo, como na finalização de Markovic aos 33 minutos. Mas aos 44, não teve jeito. Philippe Coutinho recebeu na entrada da área, cortou a marcação e bateu cruzado para abrir o placar.

Mas não deu nem tempo para comemorar. Aos 46, o lateral Debuchy aproveitou cochilo da defesa adversária após cobrança de falta e tocou de cabeça para igualar o placar para o Arsenal, que foi para o intervalo animado.

Só que o Liverpool seguiu melhor no início do segundo tempo e quase marcou com Gerrard, de cabeça. Se os donos da casa não aproveitavam as chances, o Arsenal era fatal quando atacava e virou o placar aos 16 minutos. Cazorla foi à linha de fundo e tocou no meio para Giroud, que chegou batendo entre as pernas do goleiro Jones.

A virada fez o Liverpool se arriscar ainda mais no ataque. A equipe desperdiçou uma sequência de bons momentos, com Lucas e Borini. O atacante italiano, no entanto, seria expulso aos 46 por solada na barriga de Cazorla, o que parecia acabar com as chances dos donos da casa.

Mas o corte na cabeça de Skrtel, ocorrido no início do segundo tempo após chute de Giroud, obrigou o árbitro a dar um longo período de acréscimo. E foi o próprio zagueiro que se tornou herói aos 52. Ele aproveitou escanteio batido da direita e cabeceou forte, no canto esquerdo, selando o placar.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.