Com gol contra, Manchester United bate Real Sociedad e lidera o grupo A

Com forte marcação, time inglês confirma superioridade jogando em casa

AE, Agência Estado

23 de outubro de 2013 | 18h53

MANCHESTER - O Manchester United continua com dificuldade sob o comando de David Moyes. Nesta quarta-feira, o time inglês precisou de um gol contra para vencer o modesto Real Sociedad, por 1 a 0, diante de sua torcida, no Old Trafford, em rodada da Liga dos Campeões. Apesar das dificuldades, a equipe alcançou a liderança do Grupo A ao atingir sete pontos, apenas um a mais que o Bayer Leverkusen. O time alemão goleou o Shakhtar Donetsk, por 4 a 0, em casa. Os turcos seguem com três pontos, na terceira colocação da chave, enquanto o lanterna Real Sociedad continua sem pontuar. Sem poder contar com Van Persie, com dores na virilha, o Manchester teve o protagonismo de Rooney nesta quarta - Chicharito Hernandéz formou dupla de ataque, mas foi apenas coadjuvante. O atacante não decepcionou a torcida ao chamar a responsabilidade para si e criar as principais chances de gol dos anfitriões. Foi dos seus pés que surgiu a jogada que desembocou no gol contra de Iñigo Martinez.

Rooney investiu pela esquerda, fez fila dentro da área e bateu forte. A bola acertou a trave e voltou contra o corpo do espanhol, que não pôde evitar o gol contra. Em um dos poucos momentos em que se destacou em campo, Chicharito chegou a mandar a bola para as redes aos 19 minutos. Ele completou cruzamento do veterano Giggs, mas não comemorou porque o árbitro assinalou impedimento. No segundo tempo, Rooney continuou liderando o ataque, principalmente em disparadas pelo meio. Mas não conseguiu anotar o segundo gol. Enquanto o Manchester conquistava uma vitória apertada, o Bayer Leverkusen passeava contra o Shakhtar Donetsk. Autor de um gol irregular na sexta-feira passada (a bola entrou pelo lado de fora das redes no Alemão), o atacante Kiessling contribuiu com dois gols regulares nesta quarta. Rolfes, de pênalti, e Sidney Sam também marcaram.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.