Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90
Reuters
Reuters

Com gol de Cavani, Uruguai bate País de Gales e fatura torneio amistoso na China

Na disputa do terceiro lugar, anfitriões sofrem derrota por 4 a 1 para a República Checa

Estadão Conteúdo

26 de março de 2018 | 11h18

Com um gol marcado pelo atacante Edinson Cavani, o Uruguai venceu o País de Gales por 1 a 0, nesta segunda-feira, em Nanning, na final da China Cup, torneio amistoso que serviu de preparação para a seleção sul-americana à Copa do Mundo de 2018, na Rússia.

+ Zagueiro alemão critica valor pago por Neymar: 'Nenhum jogador vale R$ 821 milhões'

+ Alemanha avança no plano de se tornar a maior potência mundial no futebol

Essa foi a segunda vitória em dois jogos dos uruguaios na competição em solo chinês, onde na última sexta-feira haviam estreado derrotando a República Checa por 2 a 0. Na ocasião, o mesmo Cavani, do Paris Saint-Germain, marcou um golaço de bicicleta para selar o placar do confronto, no qual Luis Suárez, do Barcelona, havia aberto o caminho do triunfo em cobrança de pênalti.

Desta vez, o gol do triunfo uruguaio foi marcado aos 4 minutos da etapa final do duelo contra os galeses. Após lançamento do zagueiro Godín, Cristian Rodríguez recebeu em velocidade pelo lado esquerdo da grande área e cruzou rasteiro para Cavani, na pequena área, completar de primeira para as redes.

Na decisão do terceiro lugar deste torneio amistoso em Nanning, a República Checa goleou a China por 4 a 1, também nesta segunda-feira, em um jogo no qual marcou quatro vezes na etapa final depois de os donos da casa terminarem o primeiro tempo em vantagem de 1 a 0. O meio-campista Xiaodong Fan abriu o placar abriu o placar já aos 5 minutos de duelo, mas Tomas Kalas, Patrik Schick, Michael Krmencik e Pavel Kaderabek garantiram a goleada na segunda metade do confronto.

Na última quinta-feira, os chineses já haviam sido arrasados pelos galeses por 6 a 0, com três gols de Gareth Bale, do Real Madrid, no jogo que abriu esta competição amistosa. Naquela ocasião, o astro chegou a 29 bolas na rede com a camisa da nação e se tornou o maior artilheiro da história da sua seleção, ultrapassando Ian Rush, atacante que marcou época pelo Liverpool nas décadas de 1980 e 1990.

Desta vez, porém, mesmo atuando durante todos os minutos do amistoso contra o Uruguai, Bale passou em branco. Já a seleção uruguaia aumentou ainda mais a sua confiança visando a Copa de 2018, no qual fará a sua estreia no dia 15 de junho, contra o Egito, em Ecaterimburgo, pela primeira rodada do Grupo A, que também terá o confronto entre a anfitriã Rússia e a Arábia Saudita. Galeses, checos e chineses não conseguiram classificação ao Mundial.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.