Com gol de Ganso no fim, São Paulo sofre para ganhar em casa do Ituano: 3 a 2

Jogo teve gol do meia e falha de Rogério Ceni, que aceitou o primeiro gol do time de Itu

GABRIEL MELLONI, Agência Estado

16 de fevereiro de 2013 | 18h30

SÃO PAULO - Se ainda está longe da forma que o fez virar ídolo no Santos, Paulo Henrique Ganso mostrou neste sábado um pouco da estrela que tinha na época em que atuava na Vila Belmiro, e definiu a vitória do São Paulo São Paulo diante do Ituano, no Morumbi. Pouco depois de entrar em campo, o meia marcou de cabeça o terceiro gol da equipe na vitória por 3 a 2, pela oitava rodada do Campeonato Paulista

O resultado levou o São Paulo aos 13 pontos e fez a equipe entrar na zona de classificação para as quartas de final, na quarta colocação. Na próxima rodada, seu adversário será o Linense, no próximo sábado, novamente no Morumbi. Já o Ituano estacionou nos nove pontos, na 13.ª colocação, e terá pela frente o Guarani no domingo que vem, no Novelli Júnior.

O São Paulo chegou a ficar duas vezes na frente antes de garantir a vitória, mas deixou o Ituano empatar em ambas as oportunidades. O jogo foi de baixo nível técnico e contou com muitos erros, inclusive do goleiro Rogério Ceni, que tomou um frango no primeiro gol do adversário.

O JOGO

O time da casa tomou conta da partida e passou no início e, aos 12 minutos, criou a primeira grande chance. Jadson recebeu na meia-lua e deu ótima enfiada para Osvaldo, que tentou fintar o goleiro, mas acabou ficando sem ângulo e não conseguiu finalizar.

Osvaldo era a principal peça no ataque são-paulino e não demoraria para abrir o placar. Aos 18 minutos, ele recebeu outra boa enfiada de bola de Jadson após jogada iniciada por Denilson. O atacante dominou deixando Leandro Silva para trás e tocou no canto direito de Anderson.

O gol diminuiu o ânimo das duas equipes e a partida só ganhou em emoção com o empate do Ituano aos 30 minutos, graças a uma falha individual. Kleiton Domingues dominou pela direita e bateu fraco de esquerda. Parecia uma defesa fácil para Rogério Ceni, mas a bola quicou, raspou em suas mãos e ainda tocou na trave antes de entrar.

Cinco minutos depois, o goleiro teve a chance de se redimir em cobrança de falta próxima à área. Ele bateu bem, por cima da barreira, mas a bola tocou no travessão. O São Paulo chegava com facilidade até a intermediária do Ituano, mas parava na forte marcação da defesa, o que deixou o jogo morno.

A última boa chance do primeiro tempo foi dos visitantes. Após bela triangulação, Thiago Bezerra tirou Denilson ao dominar no peito e saiu livre, na entrada da área. O atacante finalizou cruzado, mas pegou mal e jogou fora uma ótima chance. Insatisfeitos com o desempenho, alguns são-paulinos vaiaram a equipe na saída para o vestiário.

Logo no início do segundo tempo, no entanto, o time da casa voltou a ficar na frente. Aos cinco minutos, Jadson bateu falta da intermediária, Lúcio tentou desviar, mas a bola passou por todo mundo e entrou no canto esquerdo de Anderson. A arbitragem confirmou o gol para o meia.

Ao contrário do que aconteceu no primeiro tempo, desta vez o gol animou o São Paulo, que chegou novamente com perigo três minutos depois, em bela ajeitada de calcanhar de Luis Fabiano que Jadson bateu em cima de Anderson. A resposta do Ituano aconteceu aos 14, em cobrança de falta de Fernando Gabriel que passou raspando o travessão.

Apesar da oportunidade, o Ituano pouco incomodava e o São Paulo criou outra grande chance. Douglas tabelou com Aloísio, entrou na área pela direita e foi passando pelos marcadores antes de chutar de esquerda, cruzado. A bola bateu na trave e sobrou para Luis Fabiano, que, sozinho, isolou.

Quando parecia que o jogo estava controlado, o time do interior chegou novamente ao empate. Leandro Silva recebeu belo lançamento pela direita, avançou com a bola e rolou para o meio. Adailton entrava sem marcação e só teve o trabalho de tocar para o gol.

Com a igualdade, o São Paulo se afobou e passou a cometer muitas falhas. Em um erro na saída de bola, Cortez entregou para Fernando Gabriel, que chutou com perigo, à direita de Rogério. Mas quem conseguiu chegou ao gol da vitória foi o time da casa, com Paulo Henrique Ganso, que havia entrado no segundo tempo. Aos 43 minutos, o meia recebeu cruzamento de Osvaldo e cabeceou bem para definir o placar.

SÃO PAULO 3 X 2 ITUANO

SÃO PAULO - Rogério; Douglas, Lúcio (Rhodolfo), Rafael Tolói e Cortez; Wellington (Maicon), Denilson e Jadson; Aloísio (Paulo Henrique Ganso), Osvaldo e Luis Fabiano.

ITUANO - Anderson; Leandro Silva, Cleber (Anderson Sales), Vítor Hugo e Patrick; Marcinho Guerreiro, Cambará, Kleiton Domingues (Paulinho) e Fernando Gabriel; Thiago Bezerra e Luciano (Adailton). Técnico: Roberto Fonseca.

GOLS - Osvaldo, aos 18, e Kleiton Domingues, aos 30 minutos do primeiro tempo. Jadson, aos cinco, e Adailton, aos 27, e Paulo Henrique Ganso, aos 43 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Adriano de Assis Miranda (SP).

CARTÕES AMARELOS - Wellington, Lúcio (São Paulo); Adailton, Marcinho Guerreiro (Ituano).

PÚBLICO - 8.930 (total).

RENDA - R$ 244.800,00.

LOCAL - Estádio do Morumbi, em São Paulo (SP).

LANCE A LANCE

Comentários de Robson Morelli

SEGUNDO TEMPO

48min - Acabou. O São Paulo joga mal, mas faz três gols no Ituano e deixa o Morumbi com mais três pontos no Paulistão. Destaque para o gol de Ganso, o último do Tricolor. Gol salvou o time da casa.

45min - Luis Fabiano é pego em impedimento.

42min - GOOOOLLLL DO SÃO PAULO, de Ganso: 3 a 2. Ele testa para dentro do gol após bom cruzamento de Osvaldo. O meia festeja muito.

41min - Os únicos que mostram vontade de vencer no São Paulo são Douglas e Osvaldo. Eles correm e não desistem, mas se enroscam na marcação.

37min - Ganso não pega na bola. Também ninguém o procura para fazer as jogadas. O meia tem dificuldade para se achar no campo, sem posição. Toca muito para trás.

34min - Osvaldo faz boas jogadas pela esquerda, agora, mas que não resultam em nada. Ele não acha Luis Fabiano para o passe e quase sempre recomeça mais atrás.

31min -  Em nova falha de Cortez, Fernando Gabriel se livra de Rhodolfo e quase acerta o cantinho de Rogério Ceni. Boa jogada do time de Itu.

28min - Ganso entra no lugar de Aloísio.

27min - GOOOLLLL DO ITUANO, 2 a 2: Adaílton. Jogada começou nas costas de Cortez e não havia impedimento.

23min - Douglas faz boa jogada pelo meio e chuta na trave. No rebote, Luis Fabiano manda para fora, por cima. O atacante fica com tanta vergonha que cobra a cabeça com a camisa. E Paulinho entra no lugar de Kleiton Domingues no time de Itu.

22min - Luis Fabiano é o mais desatento do São Paulo. A bola chega a bater em seu calcanhar tamanha é a atenção e empenho do jogador. Luis Fabiano se arrasta em campo.

19min - Maicon faz boa jogada e enche o pé, para fora. O jogador entra com vontade.

17min - Ney Franco muda: tira Lúcio e manda a campo Rhodolfo, que era titular e perdeu a vaga ara Toloi. e saca Wellington para colocar Maicon. O esquema continua o mesmo.

14min - Fernando Gabriel cobra falta perigosa contra o gol de Rogério Ceni. A bola vai pro cima, mas passa bem perto.

13min - Cartão amarelo para o zagueiro Lúcio.

11min - O Ituano já não marca mais como no primeiro tempo. Os jogadores do São Paulo tocam a bola com mais tranquilidade de pé em pé. Isso leva os donos da casa para dentro do rival. Agora pouco, Jadson teve outra oportunidade.

8min - Boa trama do São Paulo na área do Ituano,  com trocas de passes. Luis Fabiano ajeita de calcanhar para Jadson bater... nas mãos do goleiro de Itu. Amarelo para o volante do São Paulo, Wellington.

6min - Luciano sai e entra Adailton, um atacante, no Ituano.

4min - GOOOLLLL DO SÃO PAULO, de Jadson: 2 a 1. Na verdade, os jogadores do São Paulo pensaram que o gol tinha sido de Lúcio. O zagueiro apareceu na área em falta do meia. Mas a bola não bateu em ninguém e entrou. O próprio Lúcio disse que o gol era de Jadson.

3min - O São Paulo tem a bola, sempre pelo meio de campo. Os laterais quase não são acionados no ataque. Todas as bolas vão para os pés de Jadson, que está muito bem marcado e com pouca inspiração.

1min - Começou. Sem mudanças nas equipes.

INTERVALO

Rogério Ceni assume a culpa pelo gol tomado. "Eu errei."

PRIMEIRO TEMPO

46min - Acabou. O São Paulo fez um primeiro tempo sonolento, abusando das jogadas pelo meio e apostando numa boa jogada de Jadson. Luis Fabiano está sonolento. Tanto joga mal, que o a torcida vaia.

44min - Bezerra tem boa chance, mas chuta torto, cruzado, sem direção. Poderia fazer o passe também. Bom momento do Ituano nesse fim de primeiro tempo.

42min - O São Paulo tem uma estratégia: toca a bola no meio de campo e busca Jadson para o último passe, ou lançamento. O meia tenta achar um dos atacantes penetrando. A zaga de Itu está esperta.

40min - O empate leva o Ituano para trás novamente, dificultando o trabalho do São Paulo. Ocorre que o time do Morumbi abusa das jogadas pelo meio.

35min - Rogério Ceni acerta o travessão em cobrança de falta. A bola veio para ele, que chutou para o alto, em lateral.

34min - A semana não foi boa para o goleiro do São Paulo. Antes de aceitar esse gol do Ituano, o goleiro foi envolvido no gol de Ronaldinho pela Libertadores. O meia do Atlético-MG pediu água para o goleiro e depois recebeu a bola de lateral dentro da área. Agora, Ceni pedi desculpas aos jogadores pelo gol tomado.

30min - GOOOLLLL DO ITUANO, 1 A 1, de Kleiton Domingues. Falha gretesca de Rogério Ceni. Ele foi com confiança na bola, mas a deixou passar. O chute nem foi forte. O goleiro aceitou.

29min - Roberto Fonseca pede para que seus jogadores saiam da defesa. Também não é fácil atacar o São Paulo, principalmente porque o time de Ney Franco marca bem, com Denílson w Wellington. Não sobra nada. E por enquanto, Bezerra fica isolado na frante.

25min - Luis Fabiano ainda não acordou. O atacante erra muitos passes e destoa da velocidade dos colegas. Quem melhorou foi Jadson, agora sim com melhor visão de jogo e passes mais certeiros. Com Ganso no banco, Jadson precisa criar as jogadas de ataque.

23min - O zagueiro Cléber se machuca e dá lugar para Anderson Salles no time do Ituano.

22min - O gol vai mudar a postura do Ituano, pelo menos deveria. O time estava fechado e embolando o meio de campo propositalmente para segurar o rival. Perdendo, deve sair mais e deixar apenas Marcinho Guerreiro na marcação. Isso, claro, deve ajudar bem o São Paulo.

18min - GOOOLLLLL DO SÃO PAULO, de Osvaldo: 1 a 0. Jadson acerta boa metida de bola e deixa o companheiro na cara do goleiro do Ituano, Anderson. Osvaldo só tem o trabalho de tocar e sair para o abraço.

15min - Jadson ainda não deu o ar da graça. O meia, que também vinha jogando bem nos primeiros jogos, já começa a dever para o torcedor do Morumbi.

12min - O São Paulo chega com perigo, com Aloísio. Mas o atacante ´perde o ângulo e não consegue chutar.

11min - O São Paulo é um time preguiçoso no Morumbi. Luis Fabiano acaba de dar um passe com zero de vontade, aparente. O Ituano, como tem menos recursos técnicos, faz a ligação da defesa com o ataque.

8min - Cléber e Luis Fabiano travam um duelo à parte, com vantagem até aqui para o becão de Itu.

6min - Bezerra chega com algum perigo, mas falha na conclusão, com chute fraquinho, fraquinho. O Ituano não deixa o São Paulo trabalhar com facilidade, sempre tem um ou dois na marcação. O São Paulo também não joga com velocidade, parece aceitar a marcação até agora.

3min - O São Paulo tenta ter dois homens abertos e Luis Fabiano centralizado. Nesse começo, Osvaldo cai pela esquerda. O jogo é embolado no meio. Cambará, do Ituano, chuta primeira vez no gol de Ceni.

1min - Começou. O São Paulo, mais que vencer, precisa descobrir seu time ideal sem Lucas, que está no PSG agora.

PRÉ-JOGO

Os jogadores do São Paulo tiveram de se aquecer dentro do campo, o que não fazem geralmente, porque os vestiários do Morumbi ainda não foram totalmente ajeitados após serem invadidos pelas águas da chuva dos últimos dias. O clube social do São Paulo e parte do estádios ficaram debaixo de água sujo da enchente.

Ney Franco sacou Rhodolfo e mandou a campo Toloi. Ganso está no banco de reservas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.