Com gol de goleiro, Sevilla obtém virada histórica na Ucrânia

Com direito a gol de goleiro no último minuto do tempo normal, o Sevilla conquistou uma vitória histórica por 3 a 2, de virada, sobre o Shakhtar, nesta quinta-feira, no Estádio Olímpico de Donetsk, da Ucrânia, e avançou às quartas-de-final da Copa da Uefa.Atual campeão do torneio, o time espanhol perdia por 2 a 1 até os 49 minutos do segundo tempo, resultado que o eliminava da competição (o primeiro jogo, na Espanha, terminou 2 a 2), quando o goleio Palop foi à área ucraniana e cabeceou forte após escanteio cobrado pelo brasileiro Daniel Alves.Na prorrogação, o uruguaio Chevantón marcou o gol da vitória aos 15 minutos do primeiro tempo, ao receber passe de Luís Fabiano e tocar na saída do goleiro Belik.Os brasileiros, por sinal, tiveram atuação destacada no jogo. O meia Matuzalém abriu o placar para o Shakthar com um lindo gol de calcanhar aos quatro minutos do segundo tempo. O Sevilla empatou com Maresca, de cabeça, após outro cruzamento de Daniel Alves.O time da casa ficou perto da classificação quando Elano, que saiu do banco de reservas, fez 2 a 1 após receber de Matuzalém e bater de esquerda. Os ucranianos só não contavam com o gol no último minuto de jogo e o outro no tempo extra.Benfica, também no sufocoOutra equipe que garantiu sua vaga com uma dose a mais de emoção foi o Benfica. Depois de perder por 2 a 1 o jogo de ida contra o Paris Saint-Germain, o time português venceu o da volta por 3 a 1. O gol da classificação foi marcado pelo atacante Simão Sabrosa, que já havia anotado o primeiro da partida, aos 44 minutos do segundo tempo, em pênalti sofrido pelo brasileiro Léo.Petit fez o segundo gol do Benfica e Pauleta, que é português, diminuiu para os franceses.AZ e Espanyol classificadosO AZ Alkmaar, da Holanda, também passou às quartas ao bater o Newcastle por 2 a 0, em casa. Como havia sido derrotado por 4 a 2 na partida de ida, na Inglaterra, ficou com a vaga graças ao maior número de gols marcado no campo do adversário.Já o Espanyol goleou o Maccabi Haifa, de Israel, por 4 a 0, em Barcelona. No jogo de ida, houve empate por 0 a 0.Atualizado às 19h55

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.