Marcos de Paula/Estadão
Marcos de Paula/Estadão

Com gol de Hernane, Flamengo vence Emelec por 3 a 1

Jogo pode ter sido a despedida do atacante, que tem proposta do futebol chinês

Sílvio Barsetti, Agência Estado

27 de fevereiro de 2014 | 00h24

RIO - Naquele que pode ter sido o jogo de despedida de Hernane no clube, o Flamengo derrotou o Emelec, do Equador, por 3 a 1, nesta quarta-feira, no Maracanã, pela segunda rodada do Grupo 7 da Copa Libertadores. O atacante deixou sua marca, fez um gol e ouviu o apelo de milhares de torcedores rubro-negros. Eles gritavam "fica Hernane!". Elano, de falta, e Everton fizeram os outros gols do time carioca.

Hernane desconversou sobre a sua negociação para o futebol chinês. "Meu empresário e o Flamengo estão cuidando do assunto. Eu estou preocupado e focado nesse jogo", disse, no intervalo. Mas o técnico Jayme de Almeida confirmou o que todos já imaginam. "Ele vai fazer muita falta", declarou, pouco antes do início da partida.

Com Hernane bem marcado, coube a Elano tomar as rédeas do jogo no primeiro tempo. Logo aos 10 minutos, ele bateu uma falta no estilo Zico, que estava no estádio, e abriu o placar. Foi uma cobrança perfeita. O Flamengo então teve tranquilidade para conduzir a partida, embora o bom toque de bola do Emelec atrapalhasse um pouco o desempenho dos rubro-negros em parte do jogo.

Depois do intervalo, Hernane brilhou em uma jogada que começou com Elano pela esquerda. O meia deu um passe com categoria para André Santos, que entrou na área e rolou a bola para o artilheiro. Hernane se antecipou à marcação e completou com estilo. Mais uma vez a torcida voltou a pedir que ele não saia da Gávea.

Depois, em um contra-ataque, Cáceres viu Everton livre, fez o passe e o rápido atacante marcou o terceiro. Nos últimos minutos, Escalada diminuiu em uma finalização de fora da área. A bola bateu em Samir e enganou o goleiro Felipe.

Com a vitória consolidada, festa na arquibancada e cânticos para demover Hernane. Sua situação vai ser definida nesta quinta ou, no máximo, na sexta. Na Libertadores, o Flamengo assumiu a segunda colocação da chave, ultrapassando o Emelec no saldo de gols (1 a -1).

FICHA TÉCNICA

FLAMENGO 3 x 1 EMELEC

FLAMENGO - Felipe; Leonardo Moura, Wallace, Samir e André Santos; Cáceres, Muralha (Feijão), Elano (Alecsandro) e Mugni (Gabriel); Everton e Hernane. Técnico: Jayme de Almeida.

EMELEC - Dreer; Achillier, Guaqua, Nasuti e Baqüi; Gaibor, Quiñónez, Mena (Corozo) e Giménez; Caicedo e Stracqualurse (Escalada). Técnico: Gustavo Quinteros.

GOLS - Elano, aos 10 minutos do primeiro tempo; Hernane, aos 9, Everton, aos 36, e Escalada, aos 42 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Leonardo Moura, André Santos, Feijão e Everton (Flamengo); Corozo e Quiñonez (Emelec).

CARTÃO VERMELHO - Achillier (Emelec).

ÁRBITRO - Nestor Pitana (Fifa/Argentina).

RENDA - R$ 1.801.152,50.

PÚBLICO - 34.726 pagantes.

LOCAL - Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.