Ian Kington/AFP
Ian Kington/AFP

Com gol de João Pedro, Watford massacra Manchester United e complica vida de Solskjaer

Jovem atacante ex-Fluminense saiu do banco e marcou o terceiro gol na vitória por 4 a 1

Redação, Estadão Conteúdo

20 de novembro de 2021 | 14h45

A crise vivida pelo Manchester United ganhou um novo episódio desagradável neste sábado, em uma partida encerrada com protagonismo brasileiro no Vicarage Road. O jovem atacante João Pedro, revelado pelo Fluminense, saiu do banco de reservas e marcou o terceiro gol do Watford em uma goleada por 4 a 1  aplicada sobre o time comandado por Solskjaer, agora mais pressionado do que nunca.

O jogo válido pela 12ª rodada do Campeonato Inglês aliviou o Watford, 16º colocado com 13 pontos, na briga contra o rebaixamento. A situação do algoz, integrante da parte inferior da tabela, é mais um fator que potencializa a má fase vivida pelo United, atual sétimo colocado, com 17 pontos. 

O início da partida já rendeu boas emoções, com um pênalti marcado a favor do Watford logo aos cinco minutos. De Gea defendeu a cobrança de Sarr e Femenía fez no rebote, mas o VAR anulou a cobrança após constatar que o meia espanhol invadiu a área. Na segunda tentativa, De Gea defendeu de novo, dessa vez sem entregar o rebote.

Como de costume, o United encontrou dificuldade para achar espaços na defesa adversária, apostando em raras oportunidades nas quais a bola chegava em Cristiano Ronaldo, bem marcado pelo Watford, que abriu o placar aos 27 minutos, com um gol marcado por King. A partir daí, o jogo ficou aberto, tanto que cada goleiro fez um boa defesa antes de o time da casa ampliar, aos 43, ao acertar um chute cruzado. 

A esperança da virada do United foi acendida aos quatro minutos do segundo tempo, quando Ronaldo escorou para Van de Beek completar para o gol, diminuindo a diferença no placar. Com muita dedicação, o craque português conseguiu protagonizar um momento de pressão durante os dez primeiros minutos, com boas investidas, mas viu a situação se complicar aos 24, momento em que Maguire foi expulso.

Mesmo com um a menos do lado visitante, a bola continuou chegando aos pés de Cristiano Ronaldo, que teve outras boas chances, sem a precisão usual, e até balançou a rede, mas estava impedido. O tempo foi passando e o cansaço começou a bater. Quem não estava nada cansado era João Pedro, que entrou aos 31 minutos no lugar de Louza, e acabou com a expectativa de virada ao receber na área e chutar no canto de De Gea para marcar o terceiro aos 46. Quatro minutos depois, Dennis fechou o placar.

A derrota do United foi bem aproveitada pelo Wolverhampton, que venceu o West Ham por 1 a 0, com gol marcado por Jimenez, e subiu para a sexta colocação, com 19 pontos, ultrapassando o time de Manchester. Já o West Ham estacionou em terceiro lugar, com 23 pontos, ainda com chances de ser ultrapassado.

Cheia de gols, a rodada da manhã deste sábado teve dois incomuns empates por 3 a 3, um entre Burnley e Crystal Palace e outro entre Newcastle e Brentford. Além disso, o Aston Villa venceu o Brighton por 2 a 0 e o Norwich bateu o Southampton por 2 a 1.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.