Divulgação / Água Santa
Divulgação / Água Santa

Com gol de pênalti, Água Santa vence a Ferroviária pelo Paulistão

Time de Diadema marca no fim e conquista primeira vitória na competição

Redação, O Estado de S.Paulo

08 de fevereiro de 2020 | 17h57

O Água Santa conquistou a sua primeira vitória no Campeonato Paulista ao bater a Ferroviária por 1 a 0, neste sábado, no estádio Distrital Inamar, na cidade de Diadema (SP). Válido pela quinta rodada, o jogo foi bastante fraco tecnicamente e o gol da vitória foi anotado por Robinho, de pênalti, aos 36 minutos do segundo tempo.

Agora o Água Santa soma quatro pontos, em terceiro lugar no Grupo A, além de deixar para trás Botafogo (2) e Ituano (1) na classificação geral e ameaçados pelo rebaixamento. A Ferroviária continua com quatro pontos, em último lugar do Grupo D.

Dentro do previsto, o time da casa começou o jogo na pressão. O técnico Pintado utilizou o esquema 4-3-3 e promoveu algumas mudanças, segundo ele, para tentar motivar os jogadores a buscar a primeira vitória.

Apesar desta iniciativa, o Água Santa não levou perigo ao goleiro Saulo. Aos poucos, a Ferroviária foi pondo a sua melhor qualidade técnica e dominou as ações em campo. Sem, contudo, criar chances para abrir o placar.

O único lance que chamou a atenção no primeiro tempo foi o choque de cabeça entre o atacante Dinei, do Água Santa, e o zagueiro Ryan, da Ferroviária, que levou a pior. Deixou o campo, aos 39 minutos, com suspeita de uma fratura no rosto, sendo encaminhado para um hospital da cidade. Em seu lugar entrou Max.

No segundo tempo, o Água Santa voltou a buscar o ataque. Sem sucesso, Pintado ainda promoveu duas trocas no ataque com as entradas de Dadá e Robinho para as saídas, respectivamente, de Uéderson e Felipe Azevedo.

A Ferroviária, de pouca criatividade, só tentou chegar na frente com lançamentos longos ou cruzamentos para dentro da área. Mas também não conseguiu nada de produtivo. Mas o jogo ganhou emoção na sua parte final, quando apareceram as melhores chances e o gol.

Aos 31 minutos, Felipe Ferreira chutou para fora um levantamento que veio do lado direito e perdeu chance para a Ferroviária. Aos 33, Robinho recebeu pelo lado direito do ataque do Água Santa e chutou forte, exigindo que Saulo espalmasse para escanteio.

Na cobrança em direção à área, Pablo segurou Dinei e cometeu o pênalti. Na batida, com força, Robinho acertou o lado direito de Saulo, que nada pode fazer aos 36 minutos. A partir daí, veio a ordem do banco de Pintado para fechar a casinha. Ninguém mais teve chance de gol.

Na sexta rodada, o Água Santa enfrenta o Botafogo, na próxima sexta-feira, às 21h30, na cidade de Ribeirão Preto (SP). A Ferroviária volta a campo no domingo, na Arena da Fonte Luminosa, em Araraquara (SP), contra o Santos, a partir das 19 horas.

FICHA TÉCNICA

ÁGUA SANTA 1 x 0 FERROVIÁRIA

ÁGUA SANTA - Giovanni; Luis Ricardo, Andrés Robles, Wallison Maia e Abner Felipe; Wellington Reis, João Vitor e Luan Dias (Marquinho); Felipe Azevedo (Robinho), Uéderson (Dadá) e Dinei. Técnico: Pintado.

FERROVIÁRIA - Saulo; Lucas Mendes, Carlão, Rayan (Max) e Bruno Recife; Mazinho, Tony, Claudinho e Felipe Mateus (Pablo); Hygor (Yuri) e Felipe Ferreira. Técnico: Sérgio Soares.

GOL - Robinho, aos 36 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Andrés Robles (Água Santa); Carlão, Max e Tony (Ferroviária).

ÁRBITRO - José Cláudio Rocha Filho.

RENDA - R$ 86.910,00.

PÚBLICO - 5.827 torcedores.

LOCAL - Estádio Distrital de Inamar, em Diadema (SP).

Para Entender

Campeonato Paulista: grupos, premiação e muito mais

Confira as principais informações do Paulistão, um dos Estaduais mais disputados do futebol brasileiro

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.