Com gol de pênalti polêmico no fim, Roma bate Cesena e avança na Copa da Itália

Com muita emoção e uma boa dose de sofrimento, a Roma derrotou o Cesena por 2 a 1, nesta quarta-feira, no estádio Olímpico, em Roma, e avançou às semifinais da Copa da Itália, em que o adversário será ninguém menos que a grande rival Lazio. Em campo, depois de sofrer demais com o bom jogo do time da segunda divisão, os romanos conseguiram o gol da classificação aos 51 minutos do segundo tempo em um pênalti polêmico convertido pelo ídolo Francesco Totti.

Estadão Conteúdo

01 Fevereiro 2017 | 22h32

Titular pela primeira vez depois de cinco meses, Totti passou por apuros em campo, assim como seus companheiros, para conseguir derrotar o Cesena, que está na zona de rebaixamento da Série B do Campeonato Italiano, mas eliminou outros dois clubes da elite (Empoli e Sassuolo) nesta Copa da Itália.

De forma surpreendente, fazendo com que a torcida da Roma vaiasse a sua equipe, o Cesena foi superior durante a primeira etapa e perdeu boas chances de abrir o placar. Após cobrança de falta pelo lado esquerdo do ataque, Moussa Kone finalizou na trave, aos 29 minutos. Depois, foi a vez do goleiro brasileiro Alisson para salvar a meta romana. Depois de cruzamento, Alejandro Rodriguez cabeceou no contrapé do ex-goleiro do Internacional, que fez ótima defesa.

Aos 39 minutos, Rodríguez teve outra chance de abrir o placar para o Cesena. Ele foi lançado em profundidade, ganhou na corrida do zagueiro Manolas, que tropeçou, mas chutou no corpo do goleiro titular da seleção brasileira.

Para o segundo tempo, o técnico Luciano Spaletti arrumou o posicionamento da Roma, que voltou melhor, mas ainda assim levou sustos. O centroavante bósnio Edin Dzeko errou um gol feito nos primeiros minutos, mas, aos 13, se redimiu e abriu o placar para a Roma após passe de El Shaarawy. Apesar da desvantagem, o Cesena não desanimou e conseguiu o empate aos 28 com Luca Garritano, que aproveitou uma falha grotesca de Alisson em uma saída de bola.

A igualdade levava a partida para a prorrogação, mas um lance polêmico definiu tudo. Faltando 10 segundos para acabar os cinco minutos de acréscimo, o árbitro viu pênalti em um esbarrão de Strootman no goleiro Agliardi e marcou pênalti, para desespero do Cesena. Aos 51, Totti chutou forte e rasteiro no canto direito e garantiu a vaga para a Roma.

Com o encerramento das quartas de final, a Copa da Itália dá uma parada e volta no próximo dia 28 para o duelo de ida da semifinal entre Juventus e Napoli, em Turim. No dia seguinte, a Lazio será mandante no clássico contra a Roma. A rodada de volta, em Nápoles e novamente na capital italiana, será nos dias 4 e 5 de abril.

CAMPEONATO ITALIANO

Em jogo adiado da 19.ª rodada - marcado originalmente para 7 de janeiro, mas transferido para esta quarta-feira por causa de uma forte nevasca em Pescara -, a Fiorentina também marcou nos acréscimos para derrotar o Pescara por 2 a 1. Caprari havia aberto o placar para os mandantes no primeiro tempo, mas com dois gols de Tello, o segundo aos 50 minutos da segunda etapa, o time de Florença conseguiu três importantes pontos.

Agora com 37 pontos, a Fiorentina está na oitava colocação e se aproxima da zona de classificação às competições europeias. Já o Pescara está cada vez mais perto de voltar à segunda divisão - é o lanterna com nove pontos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.