Albert Gea/ Reuters
Albert Gea/ Reuters

Com gol de Piqué no fim, Barcelona empata com Espanyol e bate recorde

Equipe catalã aumentou sua invencibilidade para 22 partidas no Campeonato Espanhol

Estadão Conteúdo

04 de fevereiro de 2018 | 16h06

Em um jogo no qual chuva que deixou o gramado do estádio Cornellà-El Prat alagado em alguns pontos e que foi recheado por muita provocação, o Barcelona buscou o empate no fim com o Espanyol, garantiu o 1 a 1 no clássico da Catalunha, neste sábado, e aumentou sua invencibilidade para 22 partidas no Campeonato Espanhol.

+Real leva gol no fim, empata com Levante e estaciona em 4º lugar no Espanhol

+Em duelo direto por vaga na Liga Europa, Sevilla é goleado pelo Eibar no Espanhol

O gol de Piqué foi responsável por levar o Barcelona à marca de 22 jogos de invencibilidade no Campeonato Espanhol, o que significou a quebra de um recorde na competição. Nunca o clube catalão havia ficado 22 partidas sem perder em uma única edição do torneio.

Vaiado pela torcida rival durante toda a partida, o zagueiro Piqué, de cabeça, marcou aos 37 minutos da etapa final o gol que assegurou o empate ao Barcelona e saiu provocando os torcedores do Espanyol com o dedo na boca pedindo silêncio, o que causou um princípio de confusão. Além da rivalidade entre os clubes, o defensor foi alvo de vaias pela posição política a respeito da independência da Catalunha, região onde nasceu.

O empate levou o líder Barcelona aos 58 pontos. A diferença para o Atlético de Madrid, segundo colocado, no entanto, pode cair para nove pontos até o fim da rodada caso o time madrilenho vença o Valencia neste domingo. Já o Espanyol caiu para a 15ª colocação, com 25 pontos.

Provocações à parte, em campo, o Barcelona, como de costume, teve muito mais posse de bola que o adversário - 73% -, mas não esteve muito inspirado. Sob chuva durante todo o jogo, o time de Ernesto Valverde, que deixou Messi no banco, sofreu com a forte marcação do Espanyol e com as más condições do gramado, que tinha poças em alguns pontos.

Sofrendo para criar, a melhor chance de gol do Barça na primeira etapa saiu dos pés do brasileiro Philippe Coutinho, em um chute fora da área, que saiu. Assim como Paulinho, Coutinho, aberto pela direita, foi titular e jogou os 90 minutos.

O Espanyol tentou pressionar a saída de bola do Barça e levou perigo em alguns momentos, mas também desceu aos vestiários sem balançar as redes. Na etapa final, no entanto, a iniciativa de marcar em cima deu resultado e o Espanyol conseguiu abrir o placar com o centroavante Gerard Moreno. Ele recebeu cruzamento de Garcia da direita e subiu de cabeça para marcar aos 21 minutos.

Um pouco antes, aos 13 minutos, Valverde colocou Messi em campo. O argentino não foi brilhante, mas foi dele o cruzamento para Piqué empatar o jogo de cabeça aos 37 minutos, e evitar a derrota.

Em outro jogo já encerrado neste domingo pela 22ª rodada do Espanhol, Getafe e Leganés empataram por 0 a 0. O resultado deixou o Getafe em 10º, com 29 pontos, mesma pontuação do seu adversário, 11º nos critérios de desempate após somar um ponto como visitante neste duelo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.