André Jonssion/Operário
André Jonssion/Operário

Com gol de Ricardo Bueno, Operário vence Botafogo na despedida da Série B

Ricardo Bueno, aos 38 minutos do primeiro tempo, fez o único gol do jogo em Ribeirão Preto

Redação, Estadão Conteúdo

29 de janeiro de 2021 | 21h38

Com gol do experiente Ricardo Bueno, o Operário venceu o já rebaixado Botafogo, por 1 a 0, nesta sexta-feira à noite, no Estádio Santa Cruz, na despedida do Campeonato Brasileiro da Série B.

Os dois times entraram em campo apenas cumprindo tabela. O Operário chegou aos 57 pontos, enquanto o Botafogo estacionou nos 34 pontos, em penúltimo lugar, na frente apenas do Oeste.

Já rebaixado para a Série C, o Botafogo iniciou o planejamento para a temporada 2021 e nesta sexta-feira anunciou as chegadas de Alexandre Gallo e Paulo Pelaipe como treinador e dirigente, respectivamente.

O primeiro tempo foi movimentado com os times criando boas chances. Depois de Jordan salvar chute de Fábio Alemão em cima da linha, o Operário abriu o placar aos 38 minutos. A defesa paulista saiu jogando errado, Marcelo aproveitou e deixou com Ricardo Bueno, que na frente da área mandou no ângulo de Igor.

Em busca pelo menos do empate para não se despedir da Série B com derrota, o Botafogo voltou do intervalo mais ligado e quase marcou em cabeçada de Walisson Maia. Thiago Braga foi buscar no cantinho. A pressão aumentou quando Jiménez, que havia acabado de entrar, levou dois cartões amarelos seguidos e foi expulso. O time paranaense ficou com um jogador a menos.

O Botafogo chegou a marcar o gol de empate em chute forte de Marlon, mas a arbitragem marcou impedimento do lateral. Nos acréscimos, foi a vez de Luketa assustar em chute rasteiro de Thiago Braga. Não passou disso.

FICHA TÉCNICA

BOTAFOGO 0 X 1 OPERÁRIO

BOTAFOGO - Igor; Marlon, Jordan, Walisson Maia e Guilherme Romão (Martinelli); Jonata Machado (Caetano), Victor Bolt (Edgar), Matheus Índio e Matheus Anjos (Emerson); Ronald (Wesley) e Luketa. Técnico: Samuel Dias (auxiliar).

OPERÁRIO - Thiago Braga; Fábio Alemão (Thomaz), Bonfim, Ricardo Silva e Reniê; Leandro Vilela, Pedro Ken (Douglas Santos) e Marcelo; Jean Carlo (Jiménez), Ricardo Bueno (Schumacher) e Rafael Oller (Diego Cardoso). Técnico: Matheus Costa.

GOL - Ricardo Bueno, aos 38 minutos do primeiro tempo.

ÁRBITRA - Thayslane de Melo Costa (SE).

CARTÕES AMARELOS - Marlon, Jonata Machado e Victor Bolt (Botafogo); Fábio Alemão, Diego Cardoso e Jiménez (Operário).

CARTÃO VERMELHO - Jiménez (Operário).

LOCAL - Estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto (SP).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.