Com gol de Robinho, Real bate La Coruña pelo Espanhol

Equipe de Madri vence e continua na liderança da competição; Barcelona segue na cola com vitória

Efe,

28 de outubro de 2007 | 16h52

O Real Madrid venceu o La Coruña neste domingo por 3 a 1 com um gol de Robinho e continua na liderança do Campeonato Espanhol, enquanto o Barcelona bateu o Almeria por 2 a 0 em partida na qual Ronaldinho Gaúcho voltou a ter uma atuação fraca.   Veja também: Classificação / Calendário / Resultados  Jogando no estádio Santiago Bernabéu, o La Coruña começou assustando ao abrir o placar aos dois minutos com Xisco. Seis minutos mais tarde, o holandês Van Nistelrooy conseguiu empatar a partida com um gol de pênalti.   Jogando em casa, o Real continuou pressionando, mas só alcançou a virada aos 34 da etapa final com gol de Raúl após passe de Nistelrooy. O gol de Robinho saiu apenas aos 43 do segundo tempo, quando Guti deu um belo passe para o brasileiro finalizar com categoria.   Por outro lado, o Barcelona bateu o Almeria por 2 a 0 e se manteve firme na perseguição ao Real Madrid, que tem apenas 2 pontos de vantagem. O grande destaque do confronto foi o mexicano Giovanni dos Santos, que participou ativamente dos dois gols do time catalão. O Barça abriu o placar aos 38 minutos do primeiro tempo com o francês Henry, após boa jogada do mexicano. Aos 35 minutos do segundo tempo, Giovanni forçou um pênalti, por meio do qual Messi marcou o segundo. Já o brasileiro Ronaldinho Gaúcho mostrou muito pouco e acabou substituído no segundo tempo pelo argentino Messi.   Por outro lado, o Zaragoza conseguiu um grande resultado, ao golear o Villarreal por 4 a 1. Atuando diante de sua torcida, o Zaragoza não teve maiores dificuldades para abrir o marcador aos 37 minutos do primeiro tempo com uma cabeçada certeira do atacante brasileiro Ricardo Oliveira.   O segundo gol do time da casa saiu aos cinco do segundo tempo, com Oscar, que venceu o goleiro adversário com um toque de categoria. O argentino Diego Milito marcou o terceiro do Zaragoza aos 21 minutos do segundo tempo em cobrança de pênalti, enquanto Sergio García fechou a conta para o time da casa aos 34 minutos. Três minutos mais tarde, o meia francês Pires descontou para o Villarreal.   O Sevilla, que viu a saída do técnico espanhol Juande Ramos para o Tottenham, não teve maiores dificuldades para bater o Valência por 3 a 0. O malinês Kanoute abriu o placar aos 10 minutos do primeiro tempo. Poulsen ampliou a vantagem do Sevilla para 2 a 0 aos 34 minutos do segundo tempo, enquanto o brasileiro Luís Fabiano fechou o placar quando faltavam quatro minutos para o fim do tempo regulamentar.   Quem permanece vivo na briga por uma vaga para a próxima edição da Liga dos Campeões é o Atlético de Madrid, que derrotou o Levante por 1 a 0 com um gol do atacante uruguaio Forlán após receber passe do argentino Agüero. Jogando no sábado, o Mallorca e o Espanyol empataram em 2 a 2. O meia venezuelano Arango abriu o placar para o Mallorca logo aos 2 minutos de partida após receber passe de Ibagaza. Entretanto, aos 20 minutos da etapa final o mesmo Arango acabou marcando contra após cobrança de falta de Luis García.   O Espanyol virou o marcador quatro minutos mais tarde, em cobrança de pênalti de Tamudo. Porém, aos 24 minutos do segundo tempo Güiza alcançou o empate final para o Mallorca. Quem alcançou três importantes pontos foi o Racing, que derrotou o Getafe por 2 a 0 com gols de Óscar Serrano e de Jorge López, assim como o Múrcia, que bateu o Recreativo por 1 a 0, gol do uruguaio Regueiro.   Partidas que não passaram do empate foram as que envolveram o Osasuna e o Valladolid, um empate de 2 a 2, e o que colocou frente a frente Athletic e Bétis, um 0 a 0.

Tudo o que sabemos sobre:
Campeonato EspanholReal MadridRobinho

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.