Alexandre Vidal/Reuters
Alexandre Vidal/Reuters

Com gol de Ronaldinho, Flamengo vence Boavista e vai à semifinal

Meia-atacante marcou de pênalti o primeiro gol da vitória por 3 a 2, pelo Campeonato Carioca

AE, Agência Estado

06 de fevereiro de 2011 | 19h37

MACAÉ - Ronaldinho Gaúcho marcou de pênalti seu primeiro gol pelo Flamengo e contribuiu para a vitória sem brilho da equipe por 3 a 2 sobre o Boavista, neste domingo, em Macaé. O resultado manteve os 100% de aproveitamento do time da Gávea, que garantiu a primeira colocação do Grupo A e a classificação para as semifinais da Taça Guanabara. O Boavista, com 10 pontos, ainda sonha com uma remota classificação. Terá de vencer o Nova Iguaçu e o torcer contra o Resende, que encara o próprio Flamengo na próxima rodada.

Ronaldinho começou bem a partida, com boa movimentação e bons passes. Mas, depois de 15 minutos iniciais de muita pressão, o ritmo do time rubro-negro caiu e o Boavista equilibrou as ações.

Uma linda jogada de Thiago Neves renderia ao novo camisa 10 da Gávea o seu primeiro gol pelo clube. Thiago fez longo e preciso lançamento para Deivid, que foi derrubado pelo goleiro adversário. Aos 23, Ronaldinho cobrou com força e comemorou muito, com direito a sambadinha.

"É uma sensação maravilhosa. Agora é ir ganhando ritmo de jogo pouco a pouco para ter melhores atuações", disse Ronaldinho, brincando com o forte calor em Macaé. "Prefiro sofrer assim do que sofrer com neve".

A partir daí, o craque caiu na marcação dupla, às vezes tripla do oponente, e o Flamengo sofreu com erros de passes e jogadas quebradas. Os mandantes dominaram as ações e só não empataram porque Frontini perdeu gol feito, de cabeça.

A segunda etapa começou quente. Logo aos quatro minutos, Leo Moura fez linda jogada e cruzou na cabeça de Deivid, que ampliou. Um minuto depois, Frontini apareceu para escorar cruzamento de Joílson e diminuir.

O Flamengo, então, acompanhou a queda de rendimento de Thiago Neves e Ronaldinho, cansados, e o time de Saquarema começou a ditar o ritmo. O empate veio numa falha terrível de Welinton, que errou o passe e entregou a bola para Frontini. O argentino naturalizado brasileiro arriscou, a bola desviou em Jean e matou o goleiro Felipe.

O lance veio logo em seguida da entrada de Negueba no lugar de Deivid. E o jovem campeão da Copa São Paulo de Juniores decidiu a partida. Ronaldinho iniciou a jogada, Willians entrou pela esquerda e cruzou para o garoto marcar o gol da vitória e da liderança da chave.

BOAVISTA - 2 - Thiago; Joílson, Gustavo, Santiago e Paulo Rodrigues; Roberto Lopes (Max), Thiaguinho (Leandro Chaves), Júlio César e Tony; André Luis e Frontini. Técnico: Alfredo Sampaio.

FLAMENGO - 3 - Felipe; Léo Moura, Welinton, David Braz e Egídio (Jean); Willians, Maldonado (Fernando), Renato e Thiago Neves; Ronaldinho e Deivid (Negueba). Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

Gols - Ronaldinho Gaúcho, aos 23 minutos do primeiro tempo; Deivid, aos 4, Frontini, aos 5 e aos 33, e Negueba, aos 38 minutos do segundo tempo; Cartões amarelos - Thiago, Joílson, André Luís, Frontini (Boavista); Welinton, Maldonado, Fernando, Renato, Ronaldinho Gaúcho, Deivid (Flamengo); Árbitro - Carlos Eduardo Nunes Braga; Renda e público - Não disponíveis; Local - Estádio Cláudio Moacyr, em Macaé (RJ).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.