Andreu Dalmau/EFE
Andreu Dalmau/EFE

Com gol de Thiago Silva, Milan marca no fim e arranca empate com o Barcelona

Com gols dos brasileiros Alexandre Pato e Thiago Silva, clube italiano sai com um ponto do Camp Nou

AE, Agência Estado

13 de setembro de 2011 | 17h43

BARCELONA - O Milan marcou um gol aos 46 minutos do segundo tempo, com o brasileiro Thiago Silva, e arrancou um empate com o Barcelona, frustrando a torcida que lotou o Camp Nou nesta terça-feira. No duelo de gigantes, que marcou a estreia de ambos na Liga dos Campeões da Europa, o atual campeão espanhol e europeu parecia caminhar para a vitória em casa, mas acabou ficando nos 2 a 2.

O empate no Camp Nou deixou tudo igual na classificação do Grupo H da Liga dos Campeões. No outro jogo da chave, também realizado nesta terça-feira, o Viktoria Plzen recebeu o BATE Borisov em Praga, na República Checa, e ficou no empate de 1 a 1 - Bakos abriu o placar para os donos da casa, enquanto Bressan marcou para a equipe bielo-russa e definiu o resultado.

Com uma escalação sem zagueiros - os volantes Mascherano e Busquets foram improvisados na zaga -, a defesa do Barcelona sofreu com a velocidade de Alexandre Pato no primeiro tempo. Numa bela jogada individual, o brasileiro arrancou pelo meio dos marcadores e abriu o placar logo aos 24 segundos, fazendo um golaço para o Milan e calando a torcida no Camp Nou.

>

Mas o Barcelona se recuperou rapidamente do susto. Apesar de o Milan ainda ameaçar com alguns contra-ataques de Alexandre Pato, o time espanhol passou a dominar completamente as ações, controlando a posse de bola e levando constante perigo ao goleiro adversário. E ainda contou com uma atuação inspirada do astro argentino Messi, que comandou a reação.

Messi já tinha mandado uma bola na trave e exigido boa defesa do goleiro Abbiati quando criou a jogada do primeiro gol do Barcelona. Aos 35 minutos, ele fez uma linda jogada, passou facilmente por três adversários e cruzou para o meio da área, onde o atacante Pedro estava sozinho e só teve o trabalho de empurrar a bola para o fundo das redes, empatando o jogo.

Logo depois do empate, o Barcelona perdeu Iniesta, que, aparentemente passando mal, pediu para sair. Aí, quem entrou em seu lugar foi Fàbregas, o que manteve a qualidade do time espanhol. Assim, a virada veio aos quatro minutos do segundo tempo, quando o atacante David Villa cobrou falta com perfeição, sem chance de defesa para Abbiati, e fez 2 a 1.

Mesmo em desvantagem no placar, o Milan continuou encolhido em seu campo de defesa, sem ameaçar o goleiro Victor Valdes, talvez sentindo as ausências dos atacantes Ibrahimovic e Robinho, ambos contundidos. Enquanto isso, o Barcelona manteve a pressão e passou a desperdiçar seguidas chances para ampliar, mas não conseguiu marcar mais nenhum gol.

A torcida do Barcelona ainda comemorou bastante, como se fosse um gol, quando o zagueiro Puyol, finalmente recuperado de lesão, entrou em campo no segundo tempo. Mas foi o Milan quem festejou por último. Já aos 46 minutos, o zagueiro brasileiro Thiago Silva aproveitou uma cobrança de escanteio e cabeceou para garantir o empate de 2 a 2 no Camp Nou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.