Com gol do estreante Walter, Fluminense bate o Flamengo

Decisivo, meia Conca dá assistências para dois gols do time tricolor

Marcio Dolzan, Agência Estado

08 de fevereiro de 2014 | 21h53

RIO - No primeiro Fla-Flu do ano, é difícil dizer se foi o clássico de Conca ou de Walter. O meia argentino vinha sendo o grande destaque da partida até os 30 minutos do segundo tempo, quando o Fluminense já vencia por 2 a 0. Aí, o gordinho atacante entrou em campo e fez sua estreia no novo clube, roubando a cena no Maracanã. Foi dele o terceiro gol da vitória por 3 a 0 sobre o Flamengo, neste sábado, pelo Campeonato Carioca.

As duas equipes foram para campo com o que tinham de melhor. E o resultado foi uma partida bem disputada, ofensiva, com lances bonitos e diversas chances de gol. O clássico do ingresso caro - o mais barato custava R$ 100, o que gerou protestos dos torcedores e um público de apenas 15 mil pagantes no Maracanã -, pelo menos valeu a pena. Principalmente para o torcedor do Fluminense.

O JOGO

No primeiro tempo, nenhuma equipe chegou a sobressair sobre a outra. É verdade que o Flamengo teve mais volume de jogo e que criou a primeira grande chance de abrir o marcador, em um belo chute de primeira do lateral André Santos que carimbou a trave esquerda de Diego Cavalieri aos 16 minutos.

Por outro lado, também é verdade que o melhor jogador da partida vestiu a camisa tricolor. Conca, mais uma vez, fez a diferença em campo. No primeiro tempo, o argentino esbanjou categoria com um toque de calcanhar por entre as pernas do marcador. E foi dele a assistência para o gol de Michael, que, aos 28 minutos, cabeceou certeiro, de cima para baixo, no canto direito do goleiro Felipe.

A dupla formada por Conca e Michael voltou a levar perigo aos 36 minutos. O argentino fez boa jogada pelo meio e rolou na esquerda para o atacante, que chegou chutando cruzado e mandou à esquerda de Felipe.

Ainda no primeiro tempo, o Flamengo teve duas chances de empatar o confronto. Aos 41 minutos, Hernane ajeitou na área para Everton chutar por cima. E já aos 46 foi a vez de Elano colocar por sobre o gol de Diego Cavalieri, em cobrança de falta da entrada da área.

SEGUNDO TEMPO

Na etapa final, o Fluminense ampliou o marcador logo aos 3 minutos. E, mais uma vez, com a participação de Conca. Ele cobrou falta pela esquerda lançando na área, onde Gum cabeceou à queima-roupa, Felipe espalmou e Elivelton, também de cabeça, apenas empurrou para a rede.

A vantagem de 2 a 0 animou o Fluminense, que seguiu em cima do rival. O Flamengo só voltou a equilibrar a partida a partir dos 15 minutos, quando o técnico Jayme de Almeida sacou os meias Elano e Everton, promovendo as entradas de Lucas Mugni e Gabriel. Aí, Hernane teve a chance de descontar aos 16, quando recebeu em velocidade e invadiu a área, mas acabou perdendo a bola para Gum na hora da conclusão.

Do outro lado, com boa vantagem no placar e vendo um adversário já tentando acelerar as jogadas, o Fluminense tratou de tocar a bola. Em determinado momento do jogo, a pequena torcida tricolor presente ao Maracanã se fez ouvir aos gritos de "olé", tamanha a quantidade de passes que seu time conseguia trocar em campo.

Os 2 a 0 também permitiram que o técnico Renato Gaúcho, enfim, fizesse Walter estrear no Fluminense. O jogador, que afirmou estar pesando atualmente 99kg, entrou em campo aos 29 minutos e passou o restante do jogo se movimentando em espaço restrito próximo à área do Flamengo.

Nos primeiro minutos, ele tratou de fazer um eficiente trabalho de pivô à frente da área. Até que, aos 41, Chiquinho aproveitou erro de Erazo, foi ao fundo e rolou no segundo pau, onde Walter, livre, chegou chutando para marcar seu primeiro gol com a camisa do Fluminense. Logo depois, o estreante da noite ainda acabaria mandando uma bola na trave de Felipe.

Com a vitória por 3 a 0, o Fluminense assumiu a liderança provisória do Campeonato Carioca, passando o próprio Flamengo no saldo de gols - ambos estão com os mesmos 16 pontos. A equipe agora torce por um tropeço do Vasco, que tem 14 pontos e joga neste domingo contra o Nova Iguaçu, para terminar a sétima rodada na primeira colocação.

FICHA TÉCNICA:

FLAMENGO 0 X 3 FLUMINENSE

FLAMENGO - Felipe; Léo Moura, Wallace, Erazo e André Santos; Amaral, Muralha, Elano (Lucas Mugni) e Everton (Gabriel); Paulinho (Igor Sartori) e Hernane. Técnico: Jayme de Almeida.

FLUMINENSE - Diego Cavalieri; Bruno, Gum, Elivelton e Carlinhos; Valencia (Wagner), Diguinho, Jean e Conca; Rafael Sóbis (Chiquinho) e Michael (Walter). Técnico: Renato Gaúcho.

GOLS - Michael, aos 28 minutos do primeiro tempo; Elivelton, aos 3, e Walter, aos 41 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Philip Georg Benett (RJ).

CARTÃO AMARELO - Elivelton, Muralha, André Santos e Gabriel.

RENDA - R$ 1.091.950,00.

PÚBLICO - 15.419 pagantes.

LOCAL - Estádio do Maracanã, Rio.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.