Alex Silva / Estadão
Alex Silva / Estadão

Com gol na final do Paulistão, Luan dá volta por cima após 'falha' no Brasileirão

Volante abre o caminho da vitória sobre o Palmeiras por 2 a 0, neste domingo, no Morumbi

Redação, O Estado de S.Paulo

23 de maio de 2021 | 19h28

Em um jogo truncado e com poucas chances, o gol de Luan mudou a história da decisão aos 36 minutos do 1º tempo e começou a definir o título paulista a favor do São Paulo, neste domingo, no Morumbi, na vitória sobre o Palmeiras.

Após a conquista, o volante revelou que o gol representou uma “volta por cima” em termos individuais. No ano passado, no empate com o Palmeiras por 1 a 1, na reta final do Campeonato Brasileiro, o gol do rival foi marcado por Rony, após desvio involuntário no próprio Luan. Com o resultado, o São Paulo perdeu as chances de título nacional.

“No ano passado, a gente brigava pelo pela Libertadores. A bola bateu em mim e sofremos o gol. Eu chorei muito, mas meus companheiros e minha família me apoiaram. Hoje, num chute, a bola desvia e entra”, confessou o defensor que foi substituído no segundo tempo por uma lesão muscular.

Neste domingo, o volante Luan chutou de fora da área e contou com desvio em Felipe Melo para fazer 1 a 0. Foi a primeira finalização do time tricolor no jogo. A abertura do placar foi mérito, principalmente, da iniciativa de Luan de chutar a gol. Luan se empolgou tanto na comemoração do gol que correu na direção da câmera, empurrou Léo e até deu um tapa no objeto de transmissão da partida.

O gol do volante mudou a partida. Com pouca criatividade, mesmo diante de várias mudanças, o Palmeiras não encontrou saída. E o São Paulo definiu o placar no segundo tempo, com Luciano. “Uma equipe como o São Paulo não pode ficar muito tempo sem ganhar”, afirmou o volante. “Essa conquista vai para todos que passaram por aqui e tentaram ser campeões”, completou. Foi apenas o segundo gol de Luan pelo São Paulo, o mais importante por se tratar de uma decisão. O camisa 13 havia balançado as redes na vitória sobre o Sporting Cristal, pela Libertadores.

Luan completou no primeiro jogo da final, na quinta-feira, 100 jogos pelo São Paulo. Monitorado pelo clube desde os 11 anos, o volante ficou em Cotia de 2010 a 2018, quando foi promovido para o time principal.  

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.