Divulgação
Divulgação

Com gol no fim, Bragantino supera o CRB de virada por 2 a 1

Paulistas dão uma respirada na Série B com o triunfo em casa

Estadão Conteúdo

22 de agosto de 2015 | 18h45

Em um jogo de alternativas, o Bragantino venceu o CRB por 2 a 1, de virada, neste sábado, no estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista (SP), pela 20.ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. O resultado foi justo e após a abertura do returno, os dois times aparecem em posições intermediárias. O time paulista com 28 pontos, em nono lugar, e o alagoano com 25, em 11.º.

Ao contrário do que se pensava, o Bragantino entrou em campo muito recuado. Escalado com dois volantes Renan e Edson Sitta, o time paulista ficou muito atrás e demonstrou lentidão para chegar ao ataque. Do outro lado, o técnico Mazola Júnior foi esperto ao adiantar a sua marcação e forçar o erro na saída de bola do time da casa.

Melhor em campo, o time alagoano abriu o placar aos 22 minutos. Após escanteio de Cañete, o meia Ricardinho fez o levantamento para o matador Zé Carlos, que se antecipou à defesa e desviou de cabeça para o fundo das redes.

No intervalo, Wagner Lopes corrigiu seu erro. Abriu mão de um volante - Renan - e colocou um atacante - Jobinho. Além disso, passou a pressionar em alta velocidade, como deveria ter feito já no início do jogo. O resultado deu resultado rapidamente, aos seis minutos. Após triangulação entre Jobinho e Rodolfo, a bola foi levantada para Lincon, que se antecipou ao zagueiro Gabriel e empurrou para as redes, deixando tudo igual.

Mazola Júnior reverteu a situação para o time alagoano ao trocar o meia Clebinho pelo atacante Leandro Brasília. Ele passou a impor velocidade, explorar os contra-ataques e forçar os espaços na beiradas do campo. O CRB perdeu duas chances de ouro nos pés de Cañete e Ricardinho, que bateram para fora.

Depois disso, os dois técnicos adotaram postura mais cautelosa. O Bragantino tirou Edson Sitta para a entrada de Wigor, enquanto que o CRB se reforçou com Willian Magrão na vaga de Cañete. Melhor somar um ponto do que ficar sem nada. Mas, aos 40 minutos, o lateral Bocão, que tinha acabado de entrar, tentou recuar a bola de cabeça para o goleiro Juliano. O rápido Jobinho se antecipou, ajeitou e bateu por baixo de Juliano, decretando a virada. Nos acréscimos, o zagueiro Leandro Silva ainda evitou o empate ao salvar uma bola em cima da linha do Bragantino.

Na 21.ª rodada, no outro sábado, o Bragantino vai enfrentar o Paysandu, às 16h30, em Belém, enquanto que na sexta-feira, às 21 horas, o CRB vai pegar o Botafogo, no estádio Rei Pelé, em Maceió.

FICHA TÉCNICA

BRAGANTINO 2 x 1 CRB

BRAGANTINO - Douglas; Alemão, Leandro Silva, Luan e Roberto; Edson Sitta (Wigor), Renan (Jobinho), Jocinei e Alan Mineiro; Rodolfo (Tiago Santos) e Lincon. Técnico: Wagner Lopes.

CRB - Juliano; William Cordeiro, Audálio, Gabriel e Pery; Josa, Somália, Cañete (Gerson Magrão) e Clebinho (Leandro Brasília); Ricardinho (Bocão) e Zé Carlos. Técnico: Mazola Júnior.

GOLS - Zé Carlos, aos 22 minutos do primeiro tempo. Lincon, aos 6, e Jobinho, aos 40 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Renan, Edson Sitta e Jocinei (Bragantino); Pery, Cañete, Josa, Ricardinho e Audálio (CRB).

ÁRBITRO - Daniel Nobre Bins (RS).

RENDA - R$ 10.540,00.

PÚBLICO - 852 pagantes.

LOCAL - Estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista (SP).

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSérie BBragantinoCRB

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.