Divulgação
Divulgação

Com gol no fim, Corinthians bate o Inter em Porto Alegre

Atacante Jorge Henrique garante o importante triunfo da equipe alvinegra por 2 a 1 no Estádio do Beira-Rio

Rafael Vergueiro, estadao.com.br

19 de agosto de 2009 | 23h50

Em partida muito equilibrada no Estádio do Beira-Rio, em Porto Alegre, o Corinthians deu continuidade à sua recuperação no Campeonato Brasileiro na noite desta quarta-feira. Com um gol de Jorge Henrique aos 42 minutos do segundo tempo, a equipe alvinegra garantiu uma importante vitória sobre o Internacional por 2 a 1, pela 20.ª rodada da competição.

Veja também:

linkPara Jorge Henrique, Corinthians volta à briga

especialMASCOTES - Baixe o papel de parede do seu time

especialVisite o canal especial do Brasileirão

Brasileirão 2009 - lista Tabela | tabela Classificação

especialDê seu palpite no Bolão Vip do Limão

O resultado faz o time paulista ganhar duas posições na tabela de classificação e assumir a sexta posição do torneio, com 31 pontos. O Inter, que tem dois confrontos a menos do que a maioria das equipes no campeonato, tem 33, quatro a menos do que o líder Palmeiras.

Após um jejum de cinco jogos sem vitória, o clube do Parque São Jorge chega ao segundo triunfo seguido no Brasileirão, pois havia batido o Atlético Mineiro no último domingo. Além disso, se vinga da derrota para o próprio Inter no Pacaembu, na estreia do Brasileirão, quando atuou com os reservas e foi superado por 1 a 0.

Na temporada 2009, o Corinthians termina com saldo positivo contra o Internacional, que vinha de três resultados positivos no Brasileirão (diante de Barueri, Sport Recife e Santo André) e ainda não havia sido superado no Beira-Rio. São duas vitórias, um empate e uma derrota. O time alvinegro foi campeão da Copa do Brasil justamente em final contra o adversário.

No confronto desta quarta, o time de Mano Menezes entrou com muitos desfalques. Felipe, William, Alessandro, Marcelo Oliveira, Souza e Ronaldo estão machucados, Diego cumpriu suspensão e Boquita está com a seleção brasileira sub-20. Mesmo assim, exibiu um bom futebol e não deixou os mandantes exercerem uma forte pressão em nenhum momento do jogo.

Ao contrário do que se imaginava, o Corinthians não começou a partida acuado no campo de defesa e foi premiado com um gol logo aos 10 minutos. Após falta cobrada da esquerda, Dentinho desviou e, em jogada muito confusa, Chicão empurrou para as redes. O árbitro, no entanto, não enxergou direito a jogada e deu o gol para Jean, substituto de Willian e Diego na zaga.

Em desvantagem no marcador, o Internacional, empurrado pelo bom público que compareceu no Beira-Rio, partiu para cima e, após muita insistência, deixou tudo igual aos 34. Giuliano avançou pela direita e cruzou na cabeça de Alecsandro, que desviou para o gol, sem chances para o novato goleiro Rafael Santos, que entrou bem no lugar do titular Felipe.

EMOÇÃO

O Segundo tempo no Beira-Rio foi marcado por muita emoção, com chances de gols para os dois lados. O Inter chegou a desperdiçar chances claras com Alecsandro e Dentinho também criou bons lances para o Corinthians.

Mas, quando os dois times já pareciam se contentar com o empate, veio o gol da festa corintiana, aos 42 minutos. Dentinho avançou pela direita e cruzou com perfeição para Jorge Henrique, que em posição duvidosa fez o último gol do jogo.

 Internacional 1
Lauro; Danilo Silva, Bolívar    , Sorondo e Marcelo Cordeiro    ; Sandro, Guiñazu, Giuliano e Andrezinho; Bolaños    (Marquinhos) e Alecsandro
Técnico: Tite
 Corinthians 2
Rafael Santos; Jucilei    , Chicão, Jean e Marcinho(Paulo André    ); Moradei, Elias e Morais (Jadson); Jorge Henrique    , Henrique (Bill) e Dentinho   
Técnico: Mano Menezes
Gols: Jean, aos 10, e Alecsandro, aos 34 minutos do primeiro tempo; e Jorge Henrique, aos 42 minutos do segundo tempo

Árbitro: Wagner Tardelli Azevedo (SC)

Renda: R$ 315.885,00

Público: 22.213 (total)

Estádio: Beira-Rio, em Porto Alegre

RECLAMAÇÃO

A polêmica certamente tomará conta da semana de Corinthians e Internacional após a partida desta quarta-feira. No primeiro gol dos visitantes, Chicão desviou a bola em posição irregular antes de acontecer a confusão na área que gerou o gol da equipe alvinegra.

O gol do Internacional também aconteceu em posição duvidosa de Alecsandro e, quando Jorge Henrique balançou as redes, também estava impedido.

Os dois clubes já se envolveram em confusão relacionada á arbitragem na final da Copa do Brasil. Antes da segunda e decisiva partida, o vice-presidente de futebol do Inter, Fernando Carvalho, acusou os árbitros de favorecerem o rival nos últimos anos e até exibiu um DVD com supostos erros a favor dos paulistas.

ESTREIA

No segundo tempo do jogo desta quarta, Mano Menezes promoveu a estreia do zagueiro Paulo André, que entrou para cobrir o setor esquerdo, antes muito vulnerável com a presença de Marcinho.

Mais uma vez, o Corinthians se deu bem ao atuar com três atacantes (Dentinho, Jorge Henrique e Henrique) e mostrou que por enquanto esta é a formação ideal para o time.

A zaga cometeu algumas falhas, principalmente nas jogadas áreas, mas os erros dos atacantes do Internacional ajudaram a equipe do Parque São Jorge.

O Corinthians entra em campo novamente no domingo, quando recebe o Botafogo no Pacaembu. Um dia antes, o Internacional encara o Palmeiras em São Paulo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.