Com gol no final, Atlético-MG vence Grêmio em casa

Árbitro marca pênalti nos acréscimos do segundo tempo e deixa jogadores do time gaúcho revoltados

EDUARDO KATTAH, Agencia Estado

16 de maio de 2009 | 21h00

Com um gol de pênalti já nos acréscimos, o Atlético-MG conquistou neste sábado a sua primeira vitória no Campeonato Brasileiro ao derrotar o Grêmio por 2 a 1, no Mineirão, pela segunda rodada da competição. A vitória teve sabor especial para o técnico Celso Roth, que até abril dirigia o time de Porto Alegre e, antes do jogo, foi abraçado por quase todos os atletas do Grêmio. Com o resultado, o Atlético soma agora quatro pontos, enquanto os visitantes permanecem com apenas um. 

 

Veja também:

especial Visite o canal especial do Brasileirão

especial Jogue o Desafio dos Craques

tabela Brasileirão Série A - Classificação e Calendário

especial Dê seu palpite no Bolão Vip do Limão 

No primeiro tempo, o Atlético dominou as ações ofensivas e criou três ótimas chances para abrir o marcador. O lateral-esquerdo Thiago Feltri invadiu a área e chutou cruzado, mas longe do gol adversário, aos seis minutos. Aos 27, em lance semelhante, Feltri chutou forte, obrigando o goleiro Victor a fazer grande defesa. Na melhor oportunidade, aos 40 minutos, o atacante Diego Tardelli escorou um chute na pequena área e a bola bateu no travessão.

Em sua última partida dirigida pelo técnico interino Marcelo Rospide - que dará lugar a Paulo Autuori -, o time gaúcho voltou com mais disposição ofensiva na etapa final e a equipe da casa continuou desperdiçando chances claras de gol. Aos dez minutos, Tardelli avançou pela esquerda e cruzou na área. No rebote do goleiro Victor, Júnior chutou por cima.

O Atlético desencantou somente aos 30. Após um cruzamento do lateral-direito Carlos Alberto, Feltri dominou na pequena área e desta vez não desperdiçou: 1 a 0. Mas o Grêmio reagiu rápido. Dois minutos depois, o goleiro Juninho evitou o gol dos gaúchos quase em cima da linha. Aos 34, após a cobrança de falta na intermediária, Herrera cabeceou livre na área e empatou.

Quando tudo indicava que a partida terminaria empatada, mas nos acréscimos, num lance bastante polêmico, o árbitro Wilson Luiz Seneme marcou pênalti em favor do time mineiro, alegando que houve toque de mão na área de Joilson. Tardelli, com direito a paradinha, cobrou e marcou o gol da vitória atleticana, aos 48 minutos. Os jogadores do Grêmio deixaram o gramado do Mineirão revoltados com a marcação de Seneme. "Ele viu uma coisa que ninguém viu", reclamou o zagueiro Léo.

Na próxima rodada, o Atlético vai enfrentar o Sport na Ilha do Retiro às 18h30 do domingo que vem. No mesmo dia, às 16 horas, o Grêmio receberá o Botafogo no Olímpico.

ATLÉTICO-MG 2 X 1 GRÊMIO

Atlético-MG: Juninho; Carlos Alberto, Welton Felipe, Leandro Almeida e Thiago Feltri (Júlio César); Renan, Jonílson (Marcos Rocha), Márcio Araújo e Júnior; Diego Tardelli e Éder Luís (Alessandro). Técnico: Celso Roth.

Grêmio: Victor; Léo, Rafael Marques e Rever; Ruy (Joilson), Adílson, Tcheco, Souza e Fábio Santos (Jadílson); Jonas (Herrera) e Maxi López. Técnico: Marcelo Rospide.

Gols - Thiago Feltri, aos 30, Herrera, aos 34, e Diego Tardelli, aos 48 minutos do segundo tempo.

Cartões amarelos - Márcio Araújo (Atlético-MG); Souza, Rafael Marques e Herrera (Grêmio).

Cartão vermelho - Adílson (Grêmio).

Árbitro - Wilson Luiz Seneme (SP).

Renda - R$ 160.375,00.

Público - 17.263 pagantes.

Local - Estádio do Mineirão, em Belo Horizonte (MG).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.