Ari Ferreira / Twitter / Bragantino
Ari Ferreira / Twitter / Bragantino

Com gol no final do segundo tempo, Red Bull Bragantino vence Fortaleza e respira

Equipe de Bragança Paulista abriu o placar no início do jogo, viu Fortaleza igualar o marcador com um pênalti no fim do primeiro tempo e precisou batalhar até o término da partida para alcançar a vitória

Redação, Estadão Conteúdo

12 de dezembro de 2020 | 19h38

Aos poucos o Red Bull Bragantino vai se afastando da zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro. Neste sábado, com um gol aos 42 minutos do segundo tempo, o time paulista venceu o Fortaleza por 2 a 1, no estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista (SP), pela 25.ª rodada.

O resultado positivo é extremamente importante para manter o Red Bull Bragantino ainda mais distante do grupo dos quatro últimos colocados - sete pontos a mais que o Vasco, primeiro na degola. Os paulistas agora aparecem na 10.ª colocação com 31 pontos. Em compensação, o Fortaleza permaneceu com os mesmos 30, mas agora em 11.º lugar - pode perder mais posições com o complemento da rodada no final de semana.

O primeiro tempo foi bastante movimentado e com os dois times criando chances para balançar as redes. Logo no primeiro minuto, Bergson invadiu a área e finalizou no travessão do goleiro Cleiton, do Red Bull Bragantino.

Contudo, a partir dos 10 minutos o time paulista passou a dominar as ações e chegou ao primeiro gol. Aos 12, Luan Cândido aproveitou cobrança de escanteio e cabeceou para as redes. A bola, porém, antes de entrar desviou no lateral-esquerdo Carlinhos, do Fortaleza, e foi parar no fundo das redes.

Mesmo com o time paulista melhor em campo, o Fortaleza buscou o empate ainda na etapa inicial. Aos 44 minutos, após consulta do VAR, o árbitro marcou pênalti no pisão de Ligger em Mariano Vásquez dentro da área. Juninho foi para a cobrança e não desperdiçou, deslocando o goleiro.

Na etapa final, os dois times mostraram melhor futebol e consequentemente tiveram chances de fazer gol. Aos 11 minutos, David aproveitou falha de Raul e ficou cara a cara com Cleiton, mas demorou demais para finalizar e foi desarmado.

O Red Bull Bragantino respondeu aos 28 minutos, quando Artur passou pela marcação e cruzou para Lucas Evangelista, que finalizou rasteiro e forçou Felipe Alves a defender com os pés.

Valente, o Red Bull Bragantino buscou a vitória até o final e foi premiado aos 42 minutos, quando Tony Anderson tabelou com Artur e finalizou forte, sem chances de defesa para Felipe Alves, dando números finais ao confronto.

O Red Bull Bragantino volta a campo no próximo domingo contra o Athletico-PR, às 16 horas, novamente no estádio Nabi Abi Chedid. Já o Fortaleza, também no domingo, terá o clássico contra o Ceará, às 20h30, na Arena Castelão, em Fortaleza.

FICHA TÉCNICA

RED BULL BRAGANTINO 2 x 1 FORTALEZA

RED BULL BRAGANTINO - Cleiton; Aderlan, Léo Ortiz, Ligger e Luan Cândido; Raul, Lucas Evangelista (Thonny Anderson) e Claudinho (Ricardo Ryller); Artur, Ytalo (Alerrandro) e Cuello (Morato). Técnico: Maurício Barbieri.

FORTALEZA - Felipe Alves; Tinga, Jackson, Paulão e Carlinhos; Juninho, Felipe (Ronald), Osvaldo (Yuri César) e Mariano Vásquez (Gabriel Dias); David (João Paulo) e Bergson (Wellington Paulista). Técnico: Marcelo Chamusca.

GOLS - Carlinhos (contra), aos 12, e Juninho, aos 45 minutos do primeiro tempo; Thonny Anderson, aos 42 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Ligger, Luan Cândido e Lucas Evangelista (Red Bull Bragantino); Felipe e Bergson (Fortaleza).

ÁRBITRO - Héber Roberto Lopes (SC).

RENDA E PÚBLICO - Jogo com portões fechados.

LOCAL - Estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista (SP).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.