Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Com gol relâmpago, Bayern bate Real Madrid e segue na Liga

Com o gol mais rápido da história da Liga dos Campeões da Europa, o Bayern de Munique derrotou o Real Madrid por 2 a 1, nesta quarta-feira, e garantiu a classificação às quartas-de-final do torneio. O confronto de volta foi disputado no Estádio Allianz Arena, em Munique. Na Espanha, os alemães haviam perdido por 3 a 2, mas acabaram avançando por marcarem mais vezes fora de casa.O Bayern conseguiu devolver a eliminação de 2004, quando foi superado justamente pelo Real Madrid. Já os espanhóis, que também passam por um momento ruim no Nacional - o treinador italiano Fabio Capello está ameaçado de perder o emprego -, sucumbiu pela terceira vez consecutiva nas oitavas. No ano passado, o time da capital espanhola caiu diante do inglês Arsenal. No ano anterior, o seu algoz havia sido a Juventus, da Itália.O gol relâmpago da equipe germânica saiu logo aos 10 segundos de jogo. Após o apito inicial do juiz eslovaco Lubos Michel, a bola foi recuado para Roberto Carlos. O lateral brasileiro bobeou e foi desarmado por Hasan Salihamidzic. O meia bósnio partiu com velocidade pela direita e cruzou para o atacante holandês Roy Makaay, que só desviou para vencer o goleiro Iker Casillas.Makaay entrou para a história da principal competição de clubes do continente ao fazer o gol mais rápido do torneio. A marca anterior pertencia ao volante brasileiro Gilberto Silva, que marcou pelo inglês Arsenal diante do PSV Eindhoven, da Holanda, aos 20 segundos de jogo na goleada por 4 a 0, no dia 25 de setembro de 2002.Com amplo domínio no confronto, os anfitriões ainda perderam duas excelentes oportunidades de ampliar na etapa inicial, quando Podolski e o próprio Makaay ficaram frente à frente com Casillas, mas foram barrados após boas defesas do camisa 1 da equipe madrilena. Mas, aos 21 minutos do segundo tempo, os alemães chegaram ao segundo gol. Após cobrança de escanteio de Sagnol, o zagueiro Lúcio desviou de cabeça para marcar - o defensor brasileiro já havia feito uma vez no confronto no Estádio Santiago Bernabéu, em Madri.O Real Madrid ainda conseguiu diminuir a desvantagem aos 35. O atacante brasileiro Robinho, que recém havia entrado em campo no lugar do argentino Gago, recebeu lançamento de Cassano na área e foi derrubado por Lúcio. O juiz marcou pênalti, e o holandês Van Nistelrooy converteu. Antes da cobrança, Diarra e Van Bommel foram expulsos após trocarem empurrões. Desesperados, os visitantes ainda conseguiram marcar mais uma vez com Sergio Ramos, mas o árbitro eslovaco anulo o gol corretamente ao apontar toque de mão do zagueiro espanhol.Quatro vezes campeão da Liga (1974, 75, 76 e 2001), o Bayern de Munique irá conhecer o seu adversário na disputa por uma vaga nas semifinais da competição apenas na próxima sexta-feira, quando a Uefa irá realizar o sorteio dos confrontos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.