Divulgação
Divulgação

Atlético-MG supera Vasco fora e segue na caça ao Corinthians

Com golaço de Dátolo, Galo chega a 45 pontos

LUCIANO PÁDUA, ESPECIAL PARA A AE, Estadão Conteúdo

05 de setembro de 2015 | 21h57

O Atlético Mineiro venceu o Vasco por 2 a 1, neste sábado, no estádio do Maracanã, no Rio, pela 23.ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com o resultado, o clube de Belo Horizonte chega a 45 pontos e evita um maior distanciamento do líder Corinthians, que tem 49. Já o Vasco agrava a sua dramática situação e segue na última colocação, com 13 pontos.

As equipes voltam a campo na próxima semana para a 24.ª rodada. O Vasco vai a Campinas na quarta-feira para enfrentar a Ponte Preta, no estádio Moisés Lucarelli, às 19h30. O Atlético recebe o Avaí no mesmo dia e horário, no estádio Independência, em Belo Horizonte.

O Vasco começou o jogo buscando o gol, mas seus esforços não geraram nenhum lance de perigo. Já o Atlético, aos 23 minutos, teve bela tabela com Patric e Lucas Pratto na intermediária e o atacante recebeu livre na pequena área para bater. O zagueiro Rodrigo tentou tirar a bola com um carrinho e fez pênalti. Lucas Pratto bateu, deslocando o goleiro Jordi, e marcou o primeiro atleticano.

O Vasco respondeu aos 28 minutos. Em erro de saída de bola, Diguinho lançou Nenê, que bateu prensado e a bola passou muito perto da meta. A equipe carioca seguiu pressionado até que Leandrão dominou na área, girou e bateu para o gol, obrigando Victor a fazer uma grande defesa aos 30 minutos. O time seguiu buscando o ataque e acabou deixando muitos espaços na defesa.

Em um destes contra-ataques, aos 42 minutos, Dátolo recebeu livre na intermediária, teve tempo de ajeitar o corpo e executou um lindo chute no ângulo esquerdo de Jordi, marcando o segundo gol do Atlético. Aos 48, o clube de São Januário ainda teve uma boa oportunidade com uma falta na entrada da área, mas Rodrigo cobrou na barreira.

No segundo tempo, o Vasco buscou o resultado, mas tinha dificuldade em criar jogadas. Aos 8 minutos, Nenê chutou cruzado de fora da área e a bola passou perto do gol de Victor. O time carioca tentava, mas não conseguia reagir no jogo e o Atlético passou a administrar o ritmo do jogo. Aos 19 minutos, o estreante Leandrão quase marcou um gol contra ao tentar cortar um cruzamento na área vascaína e o goleiro Jordi fez boa defesa.

Até que, aos 27 minutos, o árbitro marcou pênalti para o Vasco em lance no qual Bruno Ferreira, lançado por Andrezinho, foi derrubado dentro da área. Nenê cobrou bem e fez o primeiro da equipe cruzmaltina. Com o gol, o time quebrou um jejum de 725 minutos sem marcar no Brasileirão.

O gol deu ânimo ao time carioca, que se lançou ao ataque, mas o Atlético se defendia bem. Com o resultado negativo, os jogadores vascaínos se descontrolaram em campo e Rafael Silva foi expulso ao receber segundo cartão amarelo após reclamação.

FICHA TÉCNICA

VASCO 1 x 2 ATLÉTICO-MG

VASCO - Jordi; Bruno Ferreira, Rodrigo, Luan e Christianno; Diguinho, Lucas (Seymour), Julio dos Santos (Andrezinho), Nenê e Jorge Henrique (Rafael Silva); Leandrão. Técnico: Jorginho.

ATLÉTICO-MG - Victor; Patric, Leonardo Silva, Edcarlos e Pedro Botelho; Rafael Carioca, Leandro Donizete, Dátolo e Giovanni Augusto (Dodô); Lucas Pratto e Thiago Ribeiro (Cárdenas). Técnico: Levir Culpi.

GOLS - Lucas Pratto (pênalti), aos 22, e Dátolo, aos 42 minutos do primeiro tempo; Nenê (pênalti), aos 27 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Lucas e Jorge Henrique (Vasco); Dátolo e Cárdenas (Atlético-MG).

CARTÃO VERMELHO - Rafael Silva (Vasco).

ÁRBITRO - Elmo Alves Resende Cunha (GO).

RENDA - Não disponível.

PÚBLICO - 8.762 pagantes.

LOCAL - Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ).

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBrasileirãoVascoAtlético-MG

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.