EFE
EFE

Sanfrecce Hiroshima bate time de Felipão e fica em 3º no Mundial

Douglas, ex-Figueirense, faz dois gols do time japonês na vitória por 2 a 1. Paulinho, ex-Corinthians, marcou para o Guangzhou

Estadão Conteúdo

20 de dezembro de 2015 | 09h09

Em um confronto de times orientais, foram os brasileiros que brilharam no início deste domingo (noite, no Japão) na disputa do terceiro lugar do Mundial de Clubes da Fifa. O Sanfrecce Hiroshima fez valer a vantagem de jogar em casa e derrotou o Guangzhou Evergrande por 2 a 1, do técnico Luiz Felipe Scolari.

Os três gols da partida foram marcados por jogadores brasileiros. Paulinho, ex-Corinthians, anotou o gol da equipe chinesa. E Douglas, com passagem pelo Figueirense, marcou os dois do time japonês e assegurou a vitória aos anfitriões, que encerraram a campanha no Mundial com três vitórias e uma derrota - para o River Plate, finalista do Mundial contra o Barcelona.

Mesmo contando com a torcida contra, o Guangzhou Evergrande começou melhor e foi para cima do Sanfrecce nos primeiros minutos. Como resultado, abriu o placar logo aos três minutos. A jogada teve início com cabeçada de Elkeson e terminou em conclusão de Paulinho, após rebote do goleiro e erro da defesa japonesa.

O time chinês sustentou a vantagem até os 25 minutos do segundo tempo. Foi quando Douglas anotou seu primeiro gol ao cabecear para as redes, após cobrança de escanteio. Treze minutos depois, Kashiwa cruzou da direita e Asano acertou o travessão. No rebote, Douglas só escorou para o gol.

Recheado de brasileiros, o Guangzhou até tentou buscar o empate. Contando, principalmente, com a armação de Ricardo Goulart e as investidas de Elkeson - Robinho não foi relacionado para o jogo. Mas, afora uma bola na trave ainda no primeiro tempo, o time chinês pouco ameaçou na segunda etapa, encerrando sua campanha no Mundial com nova derrota - foram duas e apenas uma vitória na competição.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.