Com gols de estreantes, Corinthians goleia o Estudiantes

Equipe brasileira supera os argentinos por 5 a 1 em amistoso no Pacaembu na tarde deste sábado

Rafael Vergueiro, estadao.com.br

17 de janeiro de 2009 | 18h35

O jogo era um simples amistoso de início de ano, mas serviu para deixar animada a torcida corintiana para a temporada 2009. Em partida contra o Estudiantes (ARG) no Pacaembu na tarde deste sábado, o Corinthians apresentou algumas de suas novas contratações e goleou o adversário por 5 a 1.Veja também: Podcast - Mano Menezes: 'Ganhamos três jogos, mas nenhum ponto' Comentarista, Ronaldo elogia companheiros Jorge Henrique festeja com torcida os golsMano elogia time, mas refuta euforia da torcidaEspecial: as armas dos times para o Paulistão 2009 Paulistão 2009 - TabelaConfira as novidades do mercado do futebol Dê seu palpite no Bolão Vip do LimãoO principal destaque do confronto foi o atacante Jorge Henrique, ex-Botafogo, um dos estreantes do dia. Mostrando rapidez e oportunismo, ele marcou dois gols e ainda deixou os companheiros em condições de balançar as redes em outras ocasiões. Também estrearam neste sábado com a camisa do clube paulista o volante Túlio, o zagueiro Jean (entrou na etapa final) e o atacante Souza, que também deixou a sua marca. Os outros gols corintianos foram marcados pelo zagueiro e capitão William e por Otacílio Neto, que no segundo tempo substituiu Jorge Henrique.Já Ronaldo Fenômeno, contratação mais badalada do futebol brasileiro nos últimos anos, apenas assistiu a partida e observou o desempenho dos colegas. Ele ainda se recupera de uma lesão sofrida em fevereiro de 2008, quando estava no Milan, e só deve entrar em campo no próximo mês.GOLEADANo confronto deste sábado, o Corinthians encontrou um adversário com uma postura extremamente defensiva e com poucas alternativas de jogadas nos contra-ataques. Para se livrar da marcação dos argentinos, os brasileiros contaram com um inspirado meia Douglas, que com bolas precisas soube se livrar dos adversários e deixar companheiros na cara do gol em várias oportunidades.Mesmo assim, o primeiro gol corintiano no confronto demorou a sair. A falta de ritmo dos atletas em início de temporada prejudicou algumas jogadas no ataque. Aos 29, em belo lance de Douglas, Alessandro ficou livre pela direita e cruzou para Souza, que não chegou na bola para concluir.Mas a torcida não teve nem tempo de lamentar a chance perdida. Dois minutos depois, Douglas tocou para Souza, que driblou o goleiro e, sem ângulo, tocou para Jorge Henrique, que só teve trabalho de empurrar a bola para as redes.Melhor em campo, o Corinthians seguiu impondo seu ritmo e ampliou aos 40. Em falha da defesa do Estudiantes, Jorge Henrique apareceu na cara do gol e, na saída do goleiro Andújar, não perdoou.  Corinthians5Felipe; Alessandro, Chicão, William (Jean) e André Santos (Wellington Saci); Túlio     (Fabinho), Cristian     Elias (Diogo) e Douglas (Eduardo Ramos); Souza     e Jorge Henrique e (Otacílio Neto)Técnico: Mano Menezes Estudiantes1Andújar    ; Angeleri (Carrasco), Alayes (F. Fernandes), Desábato    e Cellay    ; Sanchez    , Pérez, Benítez (Huerta) e Galván (Nuñez); Fernández     (Salgueiro) e Calderón (Rojo)Técnico: Leonardo AstradaGols: Jorge Henrique, aos 31 e aos 40 minutos do primeiro tempo; Carrasco, aos 23, Souza, aos 24, William, aos 33, e Otacílio Neto, aos 42 minutos do segundo tempoÁrbitro: Rodrigo Braghetto (SP)Renda: 13.956 pessoasPúblico: R$ 290.344,50Estádio: Pacaembu, em São Paulo (SP)DOMÍNIO CONTINUANo segundo tempo, apesar das alterações feitas pelo técnico Leonardo Astrada, o panorama da partida não mudou. O Estudiantes sentia muito a falta do habilidoso e experiente meia Verón, que devido a uma lesão no pé sequer viajou para o Brasil.Logo no início da etapa complementar, Souza perdeu chance incrível após belo cruzamento de André Santos. Bem colocado, Andujar fez defesa espetacular. Mas, mesmo após desperdiçar a oportunidade, o Corinthians continuou sobrando em campo para construir a goleada.Em um lance esporádico, aos 23 minutos, Carrasco aproveitou um momento de desatenção da defesa brasileira para diminuir. Mas os visitantes não tiveram nem tempo para comemorar. No lance seguinte, Elias foi até a linha de fundo e deixou Souza na cara do gol. Oportunista, ele chutou forte para pela primeira vez fazer a torcida vibrar com a camisa alvinegra.Com o triunfo definido, o Corinthians fez festa e ainda teve tempo para balançar mais duas vezes as redes do adversário. Aos 33, William encobriu o goleiro de cabeça. Já aos 42, foi a vez de Otacílio Neto deixar sua marca aproveitando um escorregão do zagueiro argentino.Agora, os comandados de Mano Menezes se preparar para a estreia no Campeonato Paulista, contra o Barueri na próxima quinta-feira também no Pacaembu.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.