ALEX SILVA / ESTADAO
ALEX SILVA / ESTADAO

São Paulo bate Ituano com gols de Igor Gomes e larga na frente nas quartas

Garoto de 20 anos, revelado nas categorias de base do clube, ainda não havia marcado gols na equipe profissional; Morato diminuiu para o Ituano no final do confronto

Dani Arruda, O Estado de S.Paulo

24 de março de 2019 | 18h11

O São Paulo saiu em vantagem na briga por uma vaga nas semifinais do Campeonato Paulista. Realizando sua melhor apresentação nesta temporada, o time de Vagner Mancini derrotou o Ituano por 2 a 1, neste domingo, no Morumbi.

O meio-campista Igor Gomes foi o destaque da partida com dois gols, um em cada tempo. O garoto de 20 anos, revelado nas categorias de base do clube, ainda não havia marcado na equipe profissional. Morato diminuiu para o Ituano no final do confronto.

Os dois times voltam a se enfrentar na quarta-feira, 19h15, no estádio Novelli Júnior, em Itu. O São Paulo avança às semifinais com uma vitória ou um empate. A vaga será decidida nos pênaltis se o Ituano vencer por um gol de diferença, independentemente do placar.

Nos cinco jogos que fez em seu estádio neste Paulistão, o time de Vinicius Bergantin soma quatro vitórias (São Bento, Santos, Mirassol e Guarani) e uma derrota, para o Novorizontino, na primeira rodada.

Foi a primeira vitória do São Paulo nesta temporada jogando no Morumbi. Até então, o clube havia atuado duas vezes em seu estádio e acumulado dois empates por 0 a 0: Talleres (Libertadores) e Red Bull (Paulista).

O JOGO

São Paulo e Ituano fizeram um primeiro tempo equilibrado, movimentado, com propósitos bem definidos. O time de Mancini, mandante, se impôs e procurou o gol desde o início. A equipe do interior optou por uma postura mais defensiva e saídas rápidas no contra-ataque, que deram trabalho ao quarteto defensivo são-paulino.

Conseguindo infiltração com certa frequência na defesa do Ituano, o São Paulo optava ora por tentar chegar ao gol pelo centro, mais congestionado, ora alternava pelas laterais.

E foi em uma jogada pela lateral esquerda que o São Paulo chegou ao gol e abriu o placar. Aos 32, Reinaldo cruzou e encontrou Igor Gomes na área. O jovem, até então discreto na partida, apareceu entre os zagueiros do Ituano e finalizou de primeira, marcando um belo gol, seu primeiro como jogador profissional.

Após o gol o São Paulo pressionou em busca do segundo. O Ituano caiu, encontrou dificuldades em marcar o adversário e não conseguiu mais sair com perigo nos contra-ataques. Aos 42, Everton Felipe perdeu grande chance de ampliar, depois de receber ótimo passe de Antony e sair sozinho com o goleiro Pegorari, mas finalizou mal.

No segundo tempo o São Paulo manteve a postura ofensiva e, mesmo em vantagem no placar, recebeu orientação do técnico para continuar no ataque em busca do segundo gol. A estratégia deu espaços para o Ituano, que quase empatou aos 4 minutos, depois que Morato acertou um chute no ângulo, obrigando Volpi a fazer bela defesa.

Aos 15 minutos, o São Paulo se aproveitou de uma falha na saída de bola da zaga do Ituano e ampliou o placar. Everton Felipe recebeu passe de Antony, chutou forte, Pegorari deu rebote e Igor Gomes, novamente, empurrou para as redes. O São Paulo ainda esteve próximo do terceiro gol, depois que Reinaldo acertou a trave de Pegorari com um chute da entrada da área.

Nos minutos finais, o Ituano diminuiu o placar e voltou a dar esperanças para sua torcida no jogo de volta. Aos 38 minutos, Paulinho Dias cobrou escanteio, Morato apareceu livre na pequena na área e desviou de cabeça, marcando seu sexto gol neste Paulistão. Ex-jogador do São Paulo entre 2017 e 2018, o atacante optou por uma comemoração discreta contra o ex-clube.

Ficha Técnica

São Paulo 2 x 1 Ituano

Gols: Igor Gomes, aos 32 minutos do 1º tempo e aos 15 do 2º tempo; Morato, aos 38 minutos do 2º tempo.  

SÃO PAULO: Tiago Volpi; Hudson, Bruno Alves, Anderson Martins e Reinaldo; Luan, Liziero (Léo) e Igor Gomes (Everton); Everton Felipe (Brenner), Antony e Pablo. Técnico: Vagner Mancini.

ITUANO: Pegorari; Jonas, Ricardo Silva, Léo Santos e Peri; Baralhas, Corrêa (Paulinho Dias) e Marcos Serrato (Bassani); Ramon (Gui Mendes), Morato e Martinelli. Técnico: Vinicius Bergantin.

Juiz: José Claudio Rocha Filho.

Cartões Amarelos: Bassani, Morato e Antony.

Renda: R$ 511.098,00.

Público: 18.573 pagantes.

Local: Morumbi, em São Paulo (SP).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.