Edgar Su / Reuters
Edgar Su / Reuters

Com gols de Müller e Rafinha, Bayern vence e ofusca estreia de Morata no Chelsea

Principal contratação do time alemão, James Rodríguez começa como titular e desperdiça boas chances para marcar

Estadão Conteúdo

25 de julho de 2017 | 11h58

Graças principalmente a um início arrasador, no qual abriu 3 a 0 em apenas 26 minutos com um gol do brasileiro Rafinha e outros dois de Thomas Müller, o Bayern de Munique venceu o Chelsea por 3 a 2, nesta terça-feira, em amistoso realizado em Cingapura, onde acabou ofuscando a estreia do atacante Alvaro Morata, recém-contratado junto ao Real Madrid pelo clube inglês.

O meia James Rodríguez, outro que deixou o Real após o término da última temporada europeia, foi escalado pelo técnico Carlo Ancelotti como titular do time alemão, mas não conseguiu ser protagonista e desperdiçou boas chances de balançar as redes adversárias nesta partida da International Champions Cup, torneio amistoso que reúne gigantes do futebol europeu e conta com diferentes sedes no mundo - no último sábado, o mesmo Bayern foi goleado por 4 a 0 pelo Milan, na China, em outra fase desta competição de pré-temporada.

No duelo desta terça, Rafinha abriu o placar com um belo gol, logo aos cinco minutos do primeiro tempo. Depois de receber uma bola pelo lado direito, o lateral soltou forte chute cruzado de fora da área e acertou o canto direito baixo do goleiro Thibaut Courtois. A bola ainda bateu no pé da trave antes de entrar.

Dominante, o Bayern ampliaria o placar já aos 12 minutos. Müller acionou Frank Ribéry pelo lado esquerdo, o francês invadiu a área adversária, passou pela marcação de Azpilicueta e devolveu para o atacante alemão em preciso cruzamento que o atacante finalizou de primeira para fazer 2 a 0.

E a equipe bávara poderia ter aberto 3 a 0 aos 17 minutos, quando James Rodríguez recebeu cruzamento da esquerda, matou a bola no peito e, com liberdade dentro da área, finalizou por cima do gol de Courtois. O Bayern, porém, era dono do jogo e seguia buscando o ataque. Desta forma, chegou aos terceiro gol aos 26 minutos, quando Müller carregou a bola com liberdade na intermediária em um contra-ataque e arriscou o chute de fora da área. Com categoria, ele acertou o canto esquerdo do goleiro belga e abriu 3 a 0 para o time alemão.

Escalado por Antonio Conte com o brasileiro Willian entre os titulares do meio-campo, o Chelsea descontou o placar nos acréscimos da primeira etapa, após Marcos Alonso completar um cruzamento de Victor Moses.

Na etapa final, Conte promoveu a estreia de Morata ao partir dos 18 minutos da etapa final, quando o espanhol substituiu Jeremie Boga. O atacante entrou em campo junto com o brasileiro David Luiz, que entrou no lugar de Andreas Christensen na zaga e logo exibiu a sua vocação ofensiva ao acertar a trave esquerda do goleiro Tom Starke, substituto do lesionado Neuer, em um chute de fora da área.

Aos 40 minutos, Batshuayi manteve o Chelsea ainda mais vivo na luta pelo empate ao marcar o segundo gol do time inglês, depois de James Rodríguez ter desperdiçado outras boas oportunidades de matar a partida, sendo uma delas em um chute cruzado que passou perto da trave esquerda de Courtois.

O Bayern, porém, segurou o resultado por 3 a 2 e se redimiu de suas outras partidas na qual não teve sucesso neste seu giro asiático. Antes de ser goleado pelo Milan, o time foi derrotado nos pênaltis pelo Arsenal, em Xangai, onde os dois times empataram por 1 a 1 no tempo normal.

A equipe comandada por Ancelotti voltará a jogar pela International Champions Cup nesta quinta-feira, quando terá pela frente a Inter de Milão, às 8h35 (de Brasília), novamente no Estádio Nacional de Cingapura, que nesta terça recebeu um ótimo público de cerca de 53 mil pessoas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.