Morry Gash / AP
Morry Gash / AP

Com grande atuação de Antetokounmpo, Bucks batem 76ers e seguem dominantes na NBA

Miami Heat faz cerimônia para aposentar camisa de Dwyane Wade e vence Cleveland Cavaliers na sequência

Redação, Estadão Conteúdo

23 de fevereiro de 2020 | 10h06

A temporada regular da NBA segue sendo dominada pelo Milwaukee Bucks, liderados pelo astro grego Giannis Antetokounmpo. Na rodada de sábado, a franquia de Wisconsin derrotou com facilidade o Philadelphia 76ers por 119 a 98, em casa, com mais uma grande atuação de seu craque. O pivô ficou perto de um "triple-double" (dois dígitos em três fundamentos) após ser responsável por 31 pontos, 17 rebotes e oito assistências em 29 minutos em quadra.

Além de Antetokounmpo, os Bucks contaram com bons números de outros dois jogadores. Khris Middleton encerrou a noite com 25 pontos e nove rebotes e viu Eric Bledsoe contribuir com 12 pontos, quatro rebotes e oito assistências. Com a vitória, o time conquistou o 48.º triunfo na temporada e continua na liderança da Conferência Leste e de toda a NBA com 85,7% de aproveitamento (apenas oito derrotas).

Pelos 76ers, em quinto no Leste com 35 vitórias e 22 derrotas, o pivô camaronês Joel Embiid chamou a atenção com 17 pontos e 11 rebotes e recebeu a ajuda de Furkan Korkmaz (17 pontos e cinco rebotes) e Shake Milton (17 pontos). Ben Simmons, em pouco menos de cinco minutos por ter lesionado as costas ainda no primeiro período, anotou cinco pontos, dois rebotes, uma assistência e um toco.

O sábado foi marcado também pela homenagem do Miami Heat ao armador Dwyane Wade, que teve a sua camisa 3 aposentada e içada no teto da American Airlines Arena. Em quadra, mesmo sem a estrela Jimmy Butler pelo segundo jogo seguido, a franquia da Flórida bateu o Cleveland Cavaliers por 124 a 105. Kendrick Nunn foi o melhor com 24 pontos e oito assistências.

Três vezes campeão da NBA, MVP da final de 2006 e 13 vezes selecionado para o All-Star Game, Wade foi ovacionado na cerimônia, realizada no intervalo do confronto. Chamado ao centro da quadra, o ex-atleta foi paparicado pela torcida, que o ovacionou e gritou "MVP", "MVP", "MVP".

Wade relembrou dos momentos da faculdade, do dia do Draft, e dirigiu palavras ao pai, a quem credita a sua paixão pelo basquete. Técnicos, companheiros de quadra que passaram por sua carreira, amigos e família também foram lembrados. No fim, o astro citou Kobe Bryant. "Para Kobe Bryant, a coisa mais importante era inspirar os outros, para que eles pudessem ser grandiosos no que quer que eles escolhessem para a vida. Espero ter inspirado a todos vocês", disse.

Em outro duelo de destaque da rodada, em Los Angeles, o Sacramento Kings fez uma grande partida contra os Clippers e ganhou por 112 a 103. O time de Sacramento teve três jogadores com pelo menos 20 pontos (Bogdan Bogdanovic e De'Aaron Fox), sendo Kent Bazemore o cestinha com 23. Pelo time da casa, só Kawhi Leonard e Lou Williams tiveram boas atuações, com 31 e 24 pontos respectivamente.


Confira a rodada de sábado da NBA:

Los Angeles Clippers 103 x 112 Sacramento Kings

Charlotte Hornets 85 x 115 Brooklyn Nets

Atlanta Hawks 111 x 107 Dallas Mavericks

Miami Heat 124 x 105 Cleveland Cavaliers

Chicago Bulls 104 x 112 Phoenix Suns

Milwaukee Bucks 119 x 98 Philadelphia 76ers

Utah Jazz 110 x 120 Houston Rockets


Confira a rodada de domingo da NBA:

Los Angeles Lakers x Boston Celtics

Denver Nuggets x Minnesota Timberwolves

Toronto Raptors x Indiana Pacers

Chicago Bulls x Washington Wizards

Oklahoma City Thunder x San Antonio Spurs

Golden State Warriors x New Orleans Pelicans

Portland Trail Blazers x Detroit Pistons

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.