Divulgação/Mirassol
Divulgação/Mirassol

Com grande atuação de Camilo, Mirassol bate Bragantino e lidera Grupo C

Meia mais uma vez se destaca e deixa a equipe na liderança provisória do grupo

Redação, O Estado de S.Paulo

07 de fevereiro de 2020 | 23h44

Com mais uma grande atuação do meia Camilo, o Mirassol derrotou o Red Bull Bragantino por 2 a 0, nesta sexta-feira, no estádio José Maria de Campos Maia, pela quinta rodada do Campeonato Paulista. Assim, o time assumiu a liderança provisória de seu grupo.

Com nove pontos, o Mirassol saltou para a primeira posição do Grupo C, contra oito do São Paulo e seis da Inter de Limeira, sendo que ambos ainda vão entrar em campo nesta rodada. O Ituano tem dois. Já o Bragantino está em terceiro do Grupo D, com cinco, atrás de Guarani, oito, e Corinthians, sete. A Ferroviária tem quatro e pode ultrapassá-lo.

Embalado pela goleada por 6 a 0 sobre o Botafogo de Ribeirão Preto e liderado por Camilo, o Mirassol foi superior ao Bragantino na primeira etapa. O clube da casa criou as melhores oportunidades de gol, perdendo chances claras de construir um placar ainda mais elástico.

A primeira boa chance veio com Maranhão. O atacante recebeu de frente para Júlio César, que fez um milagre para salvar o Bragantino. No lance seguinte, foi a vez de Camilo parar na defesa do goleiro. Em mais uma boa jogada do time mandante, Rafael Silva invadiu a área pela direita e chutou rente à trave.

Camilo, em uma cobrança de falta da intermediária, ainda mandou no travessão. O gol foi sair aos 34 minutos. O meia cruzou para Rafael Silva, que só teve o trabalho de rolar para Maranhão. O atacante empurrou para o fundo das redes.

Apesar do domínio do Mirassol, o Bragantino também ameaçou, principalmente nas tentativas de Bruno Tubarão. Na melhor chance, o meia acertou um bonito chute rasteiro de fora da área, defendido por Kewin com as pontas do dedo.

O segundo tempo continuou movimentado. Aos sete minutos, Chico acionou Camilo na direita. O meia cruzou para Daniel Borges, que apareceu livre na segunda trave e cabeceou rente à meta. A resposta veio em voleio de Ytalo, por cima do gol.

Aos poucos, o Bragantino foi se soltando, mas deu o contra-ataque para o Mirassol e acabou castigado. Aos 35 minutos, Claudinho derrubou Juninho dentro da área, e o árbitro marcou pênalti. Camilo foi para a cobrança e fez 2 a 0. Após o gol, o time da casa apenas administrou a vantagem para assegurar mais uma vitória no Paulistão.

Na próxima rodada, o Bragantino enfrentará o Oeste em 15 de fevereiro (sábado), às 19h, no estádio Nabi Abi Chedid. No dia seguinte, o Mirassol visita o Palmeiras, às 16h, no Allianz Parque.

FICHA TÉCNICA

MIRASSOL 2 X 0 RED BULL BRAGANTINO

MIRASSOL - Kewin; Daniel Borges, Luiz Otávio, Reniê e Romário; Luís Oyama, Neto Moura, Camilo e Chico (Juninho); Maranhão (Claudinho) e Rafael Silva (Marcelo Toscano). Técnico: Ricardo Catalã.

RED BULL BRAGANTINO - Júlio César; Aderlan, Léo Ortiz, Realpe e Edimar; Barreto, Uillian Correia (Vitinho), Claudinho, Bruno Tubarão (Morato) e Thonny Anderson; Ytalo (Alerrandro). Técnico: Felipe Conceição.

GOLS - Maranhão, aos 34 minutos do primeiro tempo. Camilo, aos 35 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Márcio Henrique de Gois.

CARTÕES AMARELOS - Maranhão, Rafael Silva e Romário (Mirassol); Morato e Uillian Correia (Red Bull Bragantino).

RENDA E PÚBLICO - Não divulgados.

LOCAL - Estádio José Maria de Campos Maia, em Mirassol.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.