Mauro Horita/AGIF
Mauro Horita/AGIF

Com início arrasador, Portuguesa vence por 4 a 2 e 'se vinga' do Bahia

Time baiano foi responsável pela eliminação da Lusa da Copa Sul-Americana nesta quarta-feira

AE, Agência Estado

31 de agosto de 2013 | 20h57

SÃO PAULO - Na quarta-feira, o Bahia eliminou a Portuguesa na Copa Sul-Americana, mas na noite deste sábado, quando a Lusa escalou os titulares, o resultado acabou sendo outro. Com três gols nos primeiros seis minutos de jogo, o time paulista se "vingou" com uma vitória por 4 a 2, no Estádio do Canindé, em partida válida pela 17.ª rodada do Campeonato Brasileiro.

A Portuguesa acabou com uma sequência de três jogos sem vitórias no Brasileiro - vinda de duas derrotas e um empate -, mas mesmo assim continua na zona de rebaixamento, em 17.º lugar, com 16 pontos. Enquanto isso, o Bahia perdeu a chance de encostar nos primeiros colocados ao estacionar nos 23 pontos, aparecendo na sétima posição.

JOGO

Com um aproveitamento impecável nas finalizações, a Portuguesa precisou de seis minutos para abrir 3 a 0 sobre o Bahia. Souza cobrou escanteio e Moisés Moura subiu mais que todo mundo, cabeceando no canto de Fernando Lomba, no primeiro minuto.

Aos quatro, Gilberto foi derrubado por Titi dentro da área e o árbitro assinalou pênalti, convertido pelo próprio atacante. Dois minutos depois, Diogo recebeu lançamento e cruzou rasteiro para Gilberto, que completou de primeira. O time paulista ainda exigiu duas boas defesas de Lomba na sequência. Na melhor oportunidade do Bahia, Madson arriscou, a bola desviou no meio do caminho e explodiu no travessão.

Quem começou o segundo tempo marcando gol foi o Bahia, que diminuiu aos 10 minutos em cobrança de pênalti do artilheiro Fernandão. Logo depois, Souza cobrou falta com perfeição e Bergson cabeceou sem chances para Marcelo Lomba.

Aos 27 minutos, o time baiano marcou o segundo com Wallyson, que soltou a bomba de fora da área. Os visitantes se animaram e perderam boa chance com Fernandão. Depois do susto, a Portuguesa passou a tocar a bola, esperando o apito final do árbitro.

Os dois times voltam a campo na próxima quarta-feira, pela 18ª rodada. A Portuguesa recebe a Ponte Preta, às 21 horas, no Estádio do Canindé, em São Paulo. Já o Bahia terá pela frente o líder Cruzeiro, às 21h50, na Arena Fonte Nova, em Salvador.

PORTUGUESA 4 X 2 BAHIA

PORTUGUESA - Lauro; Luis Ricardo, Moisés Moura, Valdomiro e Rogério; Ferdinando, Moisés, Bruno Henrique e Souza (Jean Mota); Gilberto (Bergson) e Diogo (Cañete). Técnico - Guto Ferreira.

BAHIA - Marcelo Lomba; Madson, Lucas Fonseca, Titi e Raul; Fahel, Rafael Miranda (Diones), Hélder e Marquinhos Gabriel (William Barbio); Wallyson e Fernandão. Técnico - Cristóvão Borges.

GOLS - Moisés Moura, a 1, Gilberto, aos 3 e aos 6 minutos do primeiro tempo; Fernandão, aos 10, Bergson, aos 14, e Wallyson, aos 27 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Héber Roberto Lopes (SC).

CARTÕES AMARELOS - Ferdinando (Portuguesa); Raul (Bahia).

RENDA - R$ 66.040,00.

PÚBLICO - 2.466 pagantes.

LOCAL - Estádio do Canindé, em São Paulo (SP).

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBrasileirãoPortuguesaEC Bahia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.