Fabio Moraes/Ag. Estado
Fabio Moraes/Ag. Estado

Com interino, Bragantino se reabilita e derrota o Boa

Em jogo de duas viradas e duas expulsões, time paulista leva a melhor por 4 a 2 diante da equipe mineira na 32ª rodada da Série B

Estadão Conteúdo

25 de outubro de 2014 | 19h01

Mesmo dirigido pelo gerente de futebol André Gaspar, o Bragantino fez um grande jogo contra o Boa, neste sábado, no estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista (SP), e venceu por 4 a 2, pela 32.ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, em uma partida que teve duas viradas - uma para cada lado.

Com o resultado, o time paulista foi a 39 pontos e permaneceu na 14.ª colocação, se reabilitando da derrota para o Sampaio Corrêa por 3 a 0. Mas ainda aguarda o nome do novo treinador que substituirá PC Gusmão, que foi para o Ceará. O Boa segue com 47 pontos e ocupa o nono lugar, mais distante agora da briga pelo acesso.

O time paulista começou pressionando em busca da abertura do placar em um jogo que teve muitas faltas no início. Mais bem posicionado, o Bragantino chegou ao gol aos 20 minutos. Magno Cruz fez a jogada pela direita e tocou para o meio. Geandro tocou de calcanhar para Luisinho, que completou com chute colocado.

Mesmo na frente, o Bragantino seguiu dominando e buscando o segundo gol. Léo Jaime, Motta e Magno Cruz tiveram chances para marcar, mas o goleiro João Carlos fez ótimas defesas. E como castigo por não marcar, sofreu o empate. Bruno Recife perdeu a bola e deu o contra-ataque para o time mineiro. Wellington lançou Fernando Karanga, que na saída de Matheus tocou por cobertura. Foi a primeira chance real do time mineiro.

O segundo tempo foi totalmente diferente porque as duas equipes buscaram o gol o tempo todo. O Boa chegou primeiro e virou o marcador aos 4 minutos depois que Tomas bateu falta no canto baixo direito de Matheus e fez 2 a 1. Mas o Bragantino seguiu pressionando e depois de perder duas chances com Léo Jaime e Motta, empatou com Robertinho aos 21. Em seguida, Wellington, do time mineiro, foi expulso e as coisas ficaram mais fáceis.

Aos 34 minutos, o Bragantino virou o placar. Em jogada ensaiada na cobrança de falta, Robertinho apareceu livre na frente de João Carlos para fazer o terceiro. O gol deixou os jogadores do Boa nervosos e aos 42 Fernando Karanga também foi expulso. Sem ter nada com isso, o time da casa ampliou. Washington recebeu passe livre de marcação, invadiu a área e tocou na saída do goleiro.

O Bragantino vai abrir a 33.ª rodada, nesta terça-feira, às 21h50, diante do Joinville, em Santa Catarina. O time catarinense está no G4 - a zona de acesso. O Boa vai atuar só no sábado, às 21 horas, em Varginha (MG), diante do Ceará.

FICHA TÉCNICA

BRAGANTINO 4 x 2 BOA

BRAGANTINO - Matheus; Robertinho, Yago, Tobi e Bruno Recife; Geandro, Uchôa, Luisinho e Magno Cruz (Caio); Léo Jaime (Erick) e Mota (Washington). Técnico: André Gaspar (interino).

BOA - João Carlos; Tinga, Ciro Sena, Thiago Carvalho e Marinho Donizete (Willian Mineiro); Vinícius Hess (Franci), Wellington, Tomas e Clébson; Fernando Karanga e Romão (Diego). Técnico: Nedo Xavier.

GOLS - Luisinho, aos 20, e Fernando Karanga, aos 34 minutos do primeiro tempo; Tomas, aos 4, Robertinho aos 21 e aos 34, e Washington, aos 44 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Mota, Tobi, Washington e Geandro (Bragantino); Ciro Sena (Boa).

CARTÕES VERMELHOS - Fernando Karanga e Wellington (Boa).

ÁRBITRO - Francisco de Assis Almeida Filho (CE).

RENDA - R$ 22.270,00.

PÚBLICO - 2.296 pagantes.

LOCAL - Estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista (SP).

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSérie BBragantinoBoa

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.