Vinnicius Silva/Cruzeiro
Vinnicius Silva/Cruzeiro

Com Mano Menezes favorito, Palmeiras tem pressa para contratar novo técnico

Ex-técnico do Cruzeiro é a primeira opção da diretoria alviverde

Ciro Campos, O Estado de S.Paulo

02 de setembro de 2019 | 21h19

O Palmeiras tem pressa para contratar o substituto de Luiz Felipe Scolari e tem Mano Menezes como favorito para assumir o comando da equipe. Ele está livre no mercado desde o mês passado, quando saiu do Cruzeiro. A diretoria alviverde já realizou uma proposta de contrato válido até 2021 e aguarda a resposta do treinador. 

Felipão foi demitido nesta segunda-feira após não resistir à pressão pela queda de desempenho da equipe nos últimos jogos. O Palmeiras foi eliminado da Copa do Brasil e da Copa Libertadores. No Brasileirão, o time acumula sete rodadas consecutivas sem vencer depois da parada para a disputa da Copa América. O pífio aproveitamento de 23,8% na competição nacional tirou o time da liderança e o colocou na quinta posição, com 30 pontos, seis atrás do líder Flamengo e do Santos, o segundo colocado. 

A decisão pela demissão de Felipão ocorreu em reunião na tarde desta segunda-feira entre a diretoria. O treinador não participou do encontro e foi avisado pelo diretor de futebol Alexandre Mattos sobre o seu desligamento do clube. Juntamente com Felipão, foram demitidos os auxiliares Paulo Turra e Carlos Pracidelli.

Além de Mano Menezes, há outros técnicos livres no mercado. A diretoria alviverde, no entanto, já definiu o ex-treinador do Cruzeiro como primeira opção. Estão sem clubes, por exemplo, Abel Braga, Dorival Júnior, Fernando Diniz e Jair Ventura. Nas redes sociais, torcedores palmeirenses pedem que o clube tente a contratação do português José Mourinho.

A diretoria busca um treinador com capacidade para recuperar a confiança do elenco e conseguir conquistar os resultados novamente. O próprio Felipão admitiu que “a parte anímica atuou um pouco mais sobre os jogadores” na derrota para o Flamengo. O treinador também reconheceu que não estava mais conseguindo atingir “a parte psicológica” do elenco. Nos últimos anos, passaram pelo Palmeiras nomes como Roger Machado, Oswaldo de Oliveira, Marcelo Oliveira e Eduardo Baptista.

O Palmeiras volta a jogar no sábado, contra o Goiás, no Serra Dourada, pela 18.ª rodada do Campeonato Brasileiro.  Depois, o time receberá na terça-feira, dia 10, o Fluminense, no Allianz Parque, em jogo atrasado da competição.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.