Com mãozinha do juiz, Real Madrid soma três pontos na casa do Elche

Time madrilenho faz gol de pênalti que não existiu no final e continua sua perseguição ao Barcelona e Atlético de Madri

O Estado de S.Paulo

25 de setembro de 2013 | 21h13

MADRI - O Real Madrid só não terminou a sexta rodada do Campeonato Espanhol a quatro pontos de distância dos líderes Barcelona e Atlético de Madrid porque contou com uma grande ajuda do árbitro Muñiz Fernández para derrotar nesta quarta o Elche por 2 a 1 fora de casa. Ele deixou de expulsar o zagueiro Sergio Ramos aos 36 minutos do primeiro tempo (quando o jogo estava 0 a 0) e inventou um pênalti que Cristiano Ronaldo transformou no gol da vitória aos 49 da segunda etapa. A equipe está em terceiro lugar, com 16 pontos.

"Fomos roubados", decretou Abacar, furioso com a marcação do pênalti sobre Pepe. Numa cobrança de escanteio, o zagueiro do Real Madrid se enroscou com seu marcador, atirou-se ao chão e iludiu o árbitro. "Foi pênalti. O jogador do Elche me agarrou", garantiu Pepe. Abacar não engoliu a cara de pau do adversário. "Pepe só pode estar cego." Quando acabou a partida, os jogadores do Elche tentaram cercar o árbitro. O técnico Carlo Ancelotti, do Real Madrid, não quis se comprometer falando sobre as decisões do árbitro, e esquivou-se do assunto. "Não gosto de falar sobre a arbitragem, do banco é muito difícil ver algumas ações." Mas sobre o rendimento de sua equipe, ele comentou. E deixou claro que não gostou nada do que viu. "Se jogarmos assim, não ganharemos o dérbi de sábado", afirmou, referindo-se ao confronto com o Atlético de Madrid no Santiago Bernabéu.

Cristiano Ronaldo fez os dois gols do Real Madrid. O craque abriu o placar aos seis minutos do segundo tempo em cobrança de falta. Apesar de o chute ter saído fraco, a barreira abriu e o goleiro Manu Herrera falhou no lance. O gol não tirou o ânimo do time da casa, que, empurrado por 28.754 torcedores, foi em busca do empate. E conseguiu aos 47 minutos com Boakye, após boa jogada armada pelo lado esquerdo. Tudo indicava que seria o resultado final, glorioso para o Elche e péssimo para o Real Madrid. Até que o juiz resolveu dar uma ajuda aos merengues. Cristiano Ronaldo tem agora 210 gols pelo clube – e seis no campeonato, um a menos do que Messi e Diego Costa (Atlético de Madrid).

JONAS DECIDE

Em outro jogo da rodada, o Granada recebeu o Valencia e perdeu por 1 a 0. O gol foi marcado pelo atacante brasileiro Jonas, aos 48 minutos do segundo tempo. O Sevilla goleou Rayo Vallecano por 4 a 1. Rakitic (2) e Carlos Bacca (2) fizeram os gols.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.